Pretensão a salvador da pátria custa R$ 6 mil a vereador

“Chegou a hora de mudar nosso planeta, ou no futuro próximo vamos precisar procurar outro. Dr. Maurício. A justiça está chegando”. Essa postagem no Facebook no dia 6 de junho, feita pelo vereador de Duque de Caxias Maurício Guimarães Nascimento, candidato a deputado estadual pelo PR, vai lhe custar R$ 6 mil. É que o juiz Alexandre Chini, do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, entendeu o texto como propaganda eleitoral antecipada e arbitrou a multa. Essa é a segunda vez que Maurício tem problemas com a Justiça. Ele está sendo investigado pelo Ministério Público Eleitoral por conta de um comício ilegal com a anunciada presença do candidato a governador Anthony Garotinho.

Ainda em junho ele e o também vereador Sérgio Alberto Correa da Rocha, candidato a deputado federal, marcaram um evento político para o Clube dos 500, para o qual, segundo foi denunciado à Justiça, teriam recrutado a plateia pagando R$ 30 por cada pessoa que comparecesse. O comício extemporâneo aconteceria no dia 8 daquele mês e só não foi realizado porque fiscais do TRE, comandados pela juíza Daniela Barbosa, coordenadora estadual da fiscalização, impediu. No local juíza determinou a identificação dos presentes, para checar se eles são filiados ao Partido da República, o que caracterizaria propaganda intrapartidária. Os fiscais apreenderam um painel de 60 m² com fotos dos três então pré-candidatos, ofício da Câmara de Vereadores solicitando ônibus para o evento e assinado por Serginho, contrato de locação de dez ônibus ao custo de R$ 3,8 mil, um caminhão de água e um ônibus.

Comentários:

  1. Já fui no MP varias vezes levar ao conhecimento da vegonha que está o Municipio e São João de Meriti, sou funcionário lotado na secretaria municipal de segurança e nunca vi tanto descaso com os funcionarios e tambem com os pensionista e aposentados e revoltante.
    O Ministerio Publico não investiga pois todas as vezes levei ao conhecimento do MP, eles alegaram falta de provas e deram a minha denuncia como indeferida, e desanimador saber que ta tudo acontecendo na cara de todo mundo e o MInisterio Publico tambem não se pronuncia.
    Na minha opnião o ideal e fazer uma ação conjunta com todos os funcionarios das secretarias que estão sofrendo esse descaso, juntar todos o documentos de extratos, contra-cheques, comprovante de residencia e documentos que comprovem que seu nome esteja no SPC/SERASA e levar tudo ao MP.
    O Prefeito Sandro Matos infelizmente é uma pessoa que não tem o minimo de respeito com seu funcionários, então temos que nôs fazer respeitar.

Deixe uma resposta para Marcio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.