Itatiaia: convenção fantasma do PSL não apresentou nenhum candidato a vereador quando poderia ter indicado até 15 nomes

Ações impetradas na Justiça Eleitoral apontam irregularidades em atos do PSL de Itatiaia e Silva Jardim

Dos 225 candidatos a vereador registrados este ano no município de Itatiaia – no Sul do estado do Rio de Janeiro – nenhum deles é filiado ao PSL, partido que faz parte da coligação formada para tentar reeleger o prefeito Eduardo Guedes, o Dudu (PSC), tendo indicado inclusive o candidato a vice-prefeito Sebastião Mantovani, o Jabá, que está às voltas com a obrigação de explicar como filiados que não compareceram ao ato que o escolheu como postulante ao cargo de vice aparecerem como presentes.

O PSL poderia ter lançado até 15 nomes para disputar as 11 cadeiras de vereador, mas, o que se comenta nos meios políticos em Itatiaia é que nenhum filiado teria se interessado em concorrer, o que teria sido uma reação ao fato de Jabá, que já foi vereador, ter passado a ser “dono” da legenda no município.

Itatiaia não é o único município do Rio de Janeiro em que o PSL é citado em irregularidade nos preparativos para as eleições deste ano. Conforme o elizeupires.com revelou na matéria ‘Barbeiragem’ pode derrubar chapa formada por PROS e PSL em Silva Jardim e ainda prejudicar os candidatos a vereador das duas legendas, veiculada no dia 12 de outubro, o Partido Social Liberal apresentou a vereadora Marcilene Xavier como candidata a vice na chapa encabeçada pelo prefeito interino Jaime Figueiredo (PROS), mas por não estar com a situação regularizada em Silva Jardim usou o CNPJ do diretório do PSL de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, pois o de Silva Jardim sequer existia, segundo aponta uma ação que tramita na 63ª Zona Eleitoral desde o dia 29 de setembro.

Na representação na qual o Ministério Público pede ao juízo da 198ª Zona Eleitoral a a impugnação de Jabá como candidato a vice-prefeito, a palavra fraude está bem clara. Um dos pontos citados chegou a causar revolta na cidade. É o que revela que uma senhora falecida no dia 21 de janeiro deste ano foi dada como presente na convenção do PSL realizada sete meses depois.

*O espaço está aberto para manifestação dos citados na matéria.

Matérias relacionadas:

‘Barbeiragem’ pode derrubar chapa formada por PROS e PSL em Silva Jardim e ainda prejudicar os candidatos a vereador das duas legendas

Eleições municipais: “Barbeiragens” de dirigentes partidários em Silva Jardim são vistas como “coisa de amador”

Convenção do PSL em Itatiaia vira caso de polícia: até filiada morta consta como presente ao ato que escolheu candidato a vice-prefeito

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.