Vereador denuncia “ação entre amigos” em Casimiro de Abreu

Paulo Dames extinguiu cargos de motorista para contratar empresa por quase R$ 1 milhão

Uma licitação na modalidade Tomada de Preços, Marcada para essa quinta-feira, poderá ser uma manobra do prefeito Paulo Dames para contratar a empresa de um amigo. O alerta foi feito ontem pelo vereador Antonio Marcos Lemos. Ele explica que a suspeita se deve ao fato de o prefeito ter extinguido, no mês passado, as vagas não ocupadas de motoristas e operadores de máquinas e tornado em extinção os cargos ocupados (o que permitirá que, na medida em que os funcionários lotados nessas funções forem se aposentando, as vagas deixarão de existir) e dias depois publicar um edital marcando licitação para contratar “empresa especializada na administração de serviços de transportes (condução de veículos de passageiros, utilitários e operação de máquinas)”, pelo total de R$ 956.943,36.

“Quando o prefeito tomou essa decisão eu questionei o fato de a prefeitura possuir uma frota de mais de 100 veículos, incluindo as máquinas. Perguntei sobre quem iria dirigir isso. Essa decisão me parece ter sido tomada para favorecer algum amigo do prefeito. Inclusive cheguei a comentar isso dias antes de a licitação ser marcada. Afirmei que tudo isso estava me cheirando algo desenhado no ar, que já tinha algum amigo do prefeito com uma empresa pronta para prestar esse serviço no município.  Acertei em cheio, porque saiu publicado no jornal Folha dos Municípios. Edição n° 617 de 16/22 março, página 6, o aviso de licitação no valor de R$956.943,36 para contratação de empresa especializada no serviço”, disse o vereador.

De acordo com Antonio Marcos, “o prefeito está privando alguns cidadãos de ingressarem de forma legal no serviço público”. Para ele, isso “não deixa de ser mais uma maneira de eles colocarem os cabrestos em mais essa fatia da população”.

O vereador Antonio Marcos acredita que Paulo Dames vá entregar outros setores da administração ao controle de empresas privadas. “Depois de toda essa minha reclamação, o prefeito encaminhou outra matéria a Câmara para que ele tivesse poder em extinguir outros cargos no serviço público sem o aval da Câmara de Vereadores. Isso é sinal de que a história não acaba aqui e que muitos cargos podem estar ameaçados”, concluiu o vereador.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.