Concurso de Mangaratiba será questionado no MP

A Prefeitura deu apenas um mês de prazo aos candidatos para se inscreverem, pagar a taxa e se prepararem para as provas. O edital foi lançado no dia 28 de outubro e as provas aconteceram nos dias 28 e 29 de novembro. Resultado final: quase todas as vagas imediatas ficaram para os que atuam na rede de ensino

Quase todos os aprovados dentro do número de vagas imediatas de professor II já atuam na rede municipal de ensino

Pode ser apenas uma coincidência, mas a situação está sob suspeita na ótica de boa parte dos candidatos que participaram do concurso relâmpago realizado pela Prefeitura de Mangaratiba para preencher cargos de provimento efetivo em várias funções na rede municipal de ensino. É que como aconteceu na seleção de merendeiras, quando todo os aprovados dentro do número de vagas já prestam serviços ao município como temporários, os 160 primeiros classificados para a função de Professor II também já atuam na Secretaria Municipal de Educação, a maioria como contratado, mas entre os aprovados para posse imediata também estão comissionados e efetivos que buscaram uma segunda matrícula. De acordo com o edital que sustentou o processo seletivo, foram disponibilizadas 162 vagas imediatas para Professor II e por conta disso só deverão ser convocados como novos profissionais da rede as candidatas Silvia Patrícia Amâncio Lopes e Simone de Oliveira, classificadas, respectivamente, nas 161ª e 162ª colocações, que na lista de aprovados aparecem como “aguardando vaga”, enquanto todos os aprovados nas posições anteriores constam da relação final como “ocupando vaga”.

 

Na verdade o concurso para a Educação de Mangaratiba começou a ser questionado assim que o edital foi lançado, mas os questionamentos aumentaram bastante tão logo o resultado final foi divulgado e um grupo de candidatos classificados fora do número de vagas imediatas pretende encaminhar uma representação ao Ministério Público nos próximos dias, com pedido de investigação, apontando vários pontos que, entendem que precisam ser esclarecidos.

“Nunca vi um concurso tão rápido. Os candidatos tiveram um mês para a inscrição e prepararem para as provas. Parece que a Prefeitura estava querendo privilegiar os moradores da cidade nesse processo”, diz uma candidata que prefere não se identificar. Ela se refere ao fato de o edital do concurso ter sido lançado no dia 28 de outubro, as inscrições encerradas no dia 15 de novembro e as provas objetivas realizadas nos dias 28 e 29 de novembro, treze dias após o encerramento do período de inscrição.

Documento relacionado:

Classificação final – Professor II

Matérias relacionadas:

Concurso de Mangaratiba começa a ser questionado

Mangaratiba faz concurso relâmpago para a Educação

Comentários:

  1. Tudo mentira.
    A maioria dos contratados não passaram no concurso. Estão desesperados tentando de qualquer forma anular o concurso. Querem anular o concurso para colocar contratados novamente.
    Antes de divulgar qualquer informação tenha acesso a lista de contratado e a lista dos aprovados, faça a comparação . Escrever reportagem com informações infundadas só faz o Pseudo jornalista perder credibilidade.

  2. Não concordo com essa matéria. Nunca tive relação nenhuma com a secretaria de educação de Mangaratiba e fui classificada. Acho que as pessoas deviam pesquisar e ter certeza do que lançam na rede de comunicação… injustiça com quem estudou e se classificou com méritos próprios.

  3. Dê uma olhada em todas as listas de classificação e você vai ver quase todos os aprovados listados coo “ocupando vagas”. Se seu nome aparecer na lista acho que você deveria cobrar da entidade que fez o concurso.

  4. Meu caro, me diga uma coisa. Se não houve nenhuma convocação ainda como você explica o fato de a maioria dos nomes de aprovados aparecer como “ocupando vaga”. É o “pseudo jornalista” que está equivocado ou você que não observou as listas divulgadas pela Bio-Rio?

  5. Ana Lúcia quando a lista saiu com ocupando vaga, significa que o candidato passou dentro do numero de vagas. Eu fui aprovado dentro do número de vagas e nunca tive contrato com a prefeitura.

  6. Tudo mentira não. Muita gente de dentro passou sim. Se você não está dentro ainda a instituição organizadora não pode listá-lo como “ocupando vaga”, pois você ainda não foi convocado e muito menos tomou posse. Certo?

  7. [quote name=”Joyce”]Não concordo com essa matéria. Nunca tive relação nenhuma com a secretaria de educação de Mangaratiba e fui classificada. Acho que as pessoas deviam pesquisar e ter certeza do que lançam na rede de comunicação… injustiça com quem estudou e se classificou com méritos próprios.[/quote]

    Faço minhas as suas palavras, Joyce.

Deixe uma resposta para Berenice João JR Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.