Mocotó volta ao cenário político em São João de Meriti

O ex-prefeito Uzias Mocotó está fora da vida pública desde 2009

Ex-prefeito ressurge em apoio a pré-candidato do Partido da República

Afastado da vida pública desde o fim de seu mandato em 31 de dezembro de 2008, o ex-prefeito Uzias Silva Filho, o Uzias Mocotó, está de volta ao cenário político em São João de Meriti. Ele não revelou até agora nenhuma intenção de disputar um mandato eletivo, até porque impedimentos jurídicos poderiam barrar um eventual registro de candidatura, mas movimenta-se em apoio a pré-candidatura do deputado federal João Ferreira Neto, o Dr. João, que na gestão de Mocotó comandou a Secretaria de Saúde. Uzias – que tem participado de algumas reuniões políticas organizadas em torno do pré-candidato Ferreira – é apontado por lideranças comunitárias como um dos piores gestores que o município já teve e em 2008 não disputou a reeleição. Ele responde, junto com o ex-prefeito Antonio de Carvalho, a um processo movido pelo Ministério Público Federal, no qual foi intimado a devolver cerca de R$ 27 milhões aos cofres públicos federais. João Ferreira também chegou a ser denunciado pelo MPF no mesmo caso, mas conseguiu livrar-se do processo.

 

Uzias Mocotó, Antonio de Carvalho e João Ferreira foram citados no relatório final de uma auditoria do Departamento Nacional de Auditoria do Ministério da Saúde (Denasus), feita nas contas da Secretaria de Saúde referentes ao período de 2004 a 2007, apontando desvios de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o relatório no qual o MPF se baseou para promover a ação, os desvios teriam se dado através de pagamentos sem notas fiscais, internações fantasmas, falta de medicamentos e ausência de execução de programas de saúde. 

A devolução dos valores desviados vem sendo cobrada há mais de cinco anos, mas até agora não foi devolvido um centavo sequer.

 

Matérias relacionadas:

MPF reforça acusação contra deputado de Meriti

MPF tenta manter condenação de deputado de Meriti

Comentários:

Deixe uma resposta para Luiz Carlos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.