Editorial

Duzentos dias de dúvidas em Guapimirim

Essa semana o prefeito de Guapimirim, Marco Aurélio Dias (PSDC), estará completando 200 dias de governo, mas a impressão que se tem é a de que ele ainda não sentou na cadeira conquistada nas urnas no dia 7 de outubro, com apenas uma semana de campanha. Pelo menos é assim que enxergam os que nele votaram e dele esperam ações efetivas em favor de um município abalado por escândalos e denúncias de corrupção. “Governando” com o time imposto pelo ex-prefeito Renato da Costa Mello Junior, Marco Aurélio ainda não implantou uma ação para chamar de sua e sequer se pode dizer que ele é o responsável pelo nada feito para o povo até agora, até porque, entendem as lideranças locais, não é ele quem manda. Na verdade, o primeiro semestre de 2013 foi marcado por expectativas. Terminou junho, entrou o segundo semestre, e o estado ainda é de espera, de desejo de que o prefeito bata na mesa e diga: “Chega! Aqui mando eu. Foi a mim que a maioria dos eleitores escolheu nas urnas”.

Tudo o que a população de Guapimrim quer é um governo de verdade. Não espera por grandes realizações porque sabe que não existe recurso para isso. A maior parte da receita está comprometida com a folha de pagamentos e os repasses fixos mal dão para custear os gastos com a manutenção dos setores de saúde e educação. Isso a população entende. O que o povo não compreende é essa falta de identidade própria, a dependência de representantes de quem não deveria nem mais ser lembrado pelo povo, muito menos continuar governando através de prepostos, como se o prefeito de direito fosse apenas um fantoche e não tivesse condições de ser o prefeito de fato.

O que a população de Guapimirim espera, Marco Aurélio, é a atitude digna de um prefeito de fato, de um governante com firmeza e convicção de que precisa tomar as decisões certas, pois será para cima dele que virão as cobranças e será ele que terá de pagar pelo que possa dar errado. Prefeito, saia dessa letargia, desperte desse sono profundo provocado pelas ações dos prepostos de forças externas. Faça isso já, porque amanhã a vaca poderá ter ido para o brejo com guizo e tudo.

Bem, senhores “donos” de Guapimirim, essa é a opinião do elizeupires.com que estará lado a lado com o povo para cobrar o que lhe é de direito. Tenham todos um bom domingo na graça do Grande Pai. Volto amanhã, às oito em ponto, se Ele assim me permitir.

 

Matérias relacionadas:

Esperando a ordem do patrão?

Global vai operar com outro nome em Guapimirim

Ação entre amigos em Guapimirim

Guapimirim reduz número de prefeitos…

Calote e OS podem travar ainda mais Guapimirim

Três meses de nada em Guapimirim

Comentários:

  1. Parece que o bom motorista está tendo dificuldade para conduzir essa máquina. Não vejo nisso incapacidade, mas insegurança. Se ele tirar os bicões de perto, conseguirá sim ser o prefeito que esperamos que seja. Guapímirim quer um prefeito de verdade.

  2. Já que apareceu um observador em Guapimirim, pois já uso esse pseudônimo já bastante tempo nesse blog, vou participar também do comentário.

    Toda hora leio que o Prefeito de Guapi, não manda. Toda hora vejo alguém falar que quem manda é o chefe de gabinete, um empresário, etc.

    Bem, já que todos falam, sem ver o fato, vou escrever também. O Prefeito manda sim. O secretário de Saúde anterior saiu, porque ele mandou. Quem trocou o Secretário foi ele.

    O moço é simples, calmo, mas tem pulso forte. Se fosse um tagarela, explosivo, todos iam falar que ele é o cara.

  3. Prezados Amigos,

    São duzentos dias sem transparência nenhuma, só publicam OS ATOS quando são pressionados, já realizaram diversas licitações, ninguém sabe quem ganha, as negociações são feitas as escuras, ninguém aguenta mais tanta apatia, não recebe ninguém, ó povo está ficando furioso com está situação, os Vereadores são omissos, ex vereadores recebem sem trabalhar, são vistos no escritório móvel virtual que eles montaram no posto texaco, despachando todos os dias, enfim tá feia a coisa, será que Zelito Tringuêle não seria melhor prefeito ??????????????

  4. Tem uma prograganda na TV, que um sujeito pergunta alguma coisa e a resposta é sempre assim “Pergunta no Posto Ypiranga”. Será que em Guapimirim, as nossas respostas estão no Posto Texaco? Vou lá fazer algumas perguntas….

  5. Só Deus para nos ajudar. Temos um prefeito que se recusa a governar e uma turma que insiste em mandar quando já deveria ter dado no p´´e há muito tempo.

  6. E o povo fala……..Vamos Prefeito Marcos Aurelio, eles não sabem que para se tomar NOVAS DIRETRIZES tem que se arrumar a casa??? E a casa estava uma zona federal. Realmente não posso dizer que sou conhecedora a fundo das decisões que o novo prefeito tomou. Mas sei que tomou muitas e CERTAS. Deu alguns vacilos, mas já corrigiu. As pessoas que falam mal, que me desculpem, mas devem ter problemas de aceitar Marcos Aurelio como prefeito. Meu amigo Anderson Silva nunca mais diga isso. Zelito Tringuelê tem que voltar p/Caxias e fazer quentinhas para presos. Deixar nosso Guapi em paz. Vive causando arruaças e instigando o povo contra o atual Prefeito. Ele tem é dor de cotovelo, pois não conseguiu tirar os empregos dos nossos Guapienses. Tem que se tomar cuidado pois ele é traiçoeiro. Apesar de também achar que o prefeito esta um pouco devagar, mas creio que está fazendo as coisas certas. Vamos aguardar mais um pouco. Tenhamos paciência pois apostamos em Marco Aurelio. Ainda aposto nele.

    1. Esperança, decida-se. Você diz que não é conhecedora a fundo das decisões que o prefeito tomou, mas sabe que ele tomou muitas e certas. Afinal, você conhece as decisões ou não conhece? E se não conhece, como sabe que foram certas? E se conhece, quais foram as erradas? Acha que o prefeito está um pouco devagar, mas está fazendo as coisas certas… Então, você sabe que ele faz coisas certas! Muito bem: cite apenas 3 delas (deve ter muitas…). O Zelito não conseguiu tirar os empregos dos guapienses. Excelente! Mas, e o Marco Aurélio? Deu muitos empregos para os guapienses? Como, se a Prefeitura já tinha mais de 3000 quando ele entrou? Botou mais gente lá??? Deu posse aos concursados e não tirou os contratados??? Ah, não… Demitiu os contratados… Então, quem é o traiçoeiro?? Vamos aguardar, sim! Estou disposta a aguardar. Até quando, Esperança? Dê um prazo.

  7. Dick é isso ai….o Anderson Silva está mal informado. Aliás MUITO MAL INFORMADO EM TUDO… o posto é IPIRANGA MESMO. Deixou de ser Texaco há muito tempo.
    Quanto aos ex vereadores, Anderson presta atenção, …….você verá novidades em Guapi.

  8. Esperar mais o quê ???? Já se vão 10 meses de Governo do Sr. Marco Aurélio Devagar Dias e nada !!! Não pinta um meio fio, não tapa um buraco, não tem uniforme para as crianças, não paga aos fornecedores, banca ex – vereadores que são verdadeiros come e dormes, não atende o povo, enfia guela abaixo um O.S. que custa milhões para os cofres municipais, não troca uma lâmpada, não qualifica um morador para as obras do COMPERJ, não traz nada em parceria com o Governo do Estado,………………………. Só chamando o TIRIRICA, por que PIOR QUE TÁ NÃO FICA !!!!! Zelito Tringuêle neles !!!!!!!!!!!

  9. Parece que os comentários se resumem a defender ou atacar o prefeito. Não é esse o caso. Podemos dar uma contribuição formulando ideias sobre como sair dessa situação. Concordo com o Elizeu com relação às finanças da cidade, mas temos exemplos de inúmeras empresas e municípios em situação pior que se recuperaram. Aconteceu com o estado do RJ e um bom secretário de Fazenda arrumou a casa, na época do governo Brizola. Igualmente ocorreu com a capital, que atualmente possui grau de investimento. Por que, então, não contratar um especialista competente para formular um plano de trabalho para essa legislatura? O prefeito pode começar a dar o exemplo, cortando R$ 10 mil de seu salário. Ainda vai ficar com uma ótima remuneração. Esse plano, é claro, pode incluir a demissão de muita gente que não tem função na PMG. Se for necessário, não há porque se manter servidores que não trabalham. Vai haver muito desgaste, mas no futuro toda a população vai agradecer.

  10. O que você prefere: manter a contratação de um monte de gente que não trabalha ou fornecer uniforme, material escolar e merenda de qualidade para nossos estudantes? Podemos também ter um grupo que articule junto as empresas do COMPERJ a instalação de suas bases em Guapi, com incentivos fiscais e contrapartida em empregos de locais. Agora, tem que ser um grupo de alto nível, não adianta nada mandar ao COMPERJ os amigos da igreja, os aproveitadores e os aduladores, todos sem qualquer qualificação. Outra medida: fazer a cobrança do IPTU atrasado. Tudo isso é dinheiro que faz falta ao caixa da prefeitura, apesar de serem medidas impopulares. Manter uma rígida rotina de aprovação de despesas, cobrar resultados e demitir quem não os apresentar, estabelecer um plano de trabalho coerente com as necessidades da população, consciente que somos uma cidade pequena e com muitas carências. Nada de megalomanias nem obras de fachada!

  11. Dizer que o prefeito tem pulso forte, como disseram, é uma falácia. O Marco Aurélio é fraco. Alguns dizem que está a serviço dos ratos que infestaram Guapi por muito tempo, o que não acredito. Não tem experiência administrativa, não tem instrução e está em péssimas companhias. Passou 4 anos sendo o vice do Júnior do Posto (o prefeito de direito) e da Ismeralda (a prefeita de fato) e, tal qual o Lula, diz que não viu nada do que estava ocorrendo. No mínimo, ingênuo. No meu entender, omisso. Todavia, é o que temos, o que elegemos, é o nosso prefeito, tenham os leitores de elizeu.com votado nele ou não. Então, pessoal, vamos dar uma mão ao prefeito pra ver se ele se salva. E esperar mais um pouco, quem sabe até o final do ano pra ver se a tendência é outra. Até lá, formulem ideias, deem sugestões, ofereçam ajuda. Se não der certo é porque ele não quer ajuda. Quer é se dar bem.

  12. Este desgoverno simplesmente é sequência dos desgovernos anteriores e se alguém acha que vai ser diferente que aposte e vai perder.
    Ele segue o Manual :GOVERNO PÁRA TODOS :

Deixe uma resposta para Fagundes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.