Na falta de uma obra para chamar de sua, prefeita de Japeri mostra uma contratada na gestão anterior com verba da Caixa Econômica

Elizeu Pires

Há um mês e oito dias no cargo a prefeita de Japeri, Fernanda Ontiveros (PDT), ainda não conseguiu por o Portal da Transparência no ar, o que impede que os contribuintes da cidade mais pobre da Baixada Fluminense fiquem sabendo, por exemplo, que de 1º de janeiro até hoje (8/2), as transferências constitucionais da União, fora os repasses do governo estadual, renderam aos cofres da Prefeitura R$ 13.485.739,86 (confira aqui).

Se não consegue mostrar receita e despesa pela incapacidade da gestão em colocar um simples portal para funcionar, a prefeita e o secretário Francisco Nocélio – que acumula várias pastas – foram às ruas para expor uma obra contratada e empenhada na gestão anterior, a construção de uma ciclovia com recursos garantidos pela Caixa Econômica Federal em convênio firmado com a Prefeitura também na administração passada.

Ao custo de R$ 1.242 milhão, a ciclovia terá cerca de mil metros de extensão e foi projetada no governo passado para ser construída nas margens do Rio Teófilo Cunha, no bairro Primavera.

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Japeri.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.