Prefeita de Japeri ainda não se pronunciou sobre contratos de R$ 21 milhões na área da Saúde, setor que foi alvo de operação da PF por conta das emergenciais do coronavírus

Elizeu Pires

Passados 18 dias de sua posse, a Prefeita de Japeri, Fernanda Ontiveros (foto), ainda não se pronunciou sobre os R$ 21 milhões em contratos firmados pela Secretaria de Saúde que, em outubro do ano passado, foi alvo de uma operação da Polícia Federal, e teve a então titular da pasta, Rozilene Souza Moraes dos Anjos, afastada do cargo por decisão judicial. Os contratos têm validade de um ano e o que se quer saber no município é se ela vai auditar as contratações, anulá-las ou validar os atos sem nenhum questionamento.

A operação da PF aconteceu três meses e 20 dias após a publicação da matéria Saúde de Japeri compra R$ 1,8 milhão em equipamentos de empresa que aparece com apenas R$ 5 mil de capital social, na qual o elizeupires.com chamou a atenção para uma emergencial homologada em favor de uma empresa sem sede, localizada em uma residência em Nilópolis.

No dia 6 de outubro de 2020 foram cumpridos mandados de busca e apreensão no âmbito do inquérito instaurado para investigar irregularidades na compra dos respiradores para o tratamento de pacientes graves de covid-19 pelo total de R$ 1,8 milhão junto à EPN Manutenção e Vendas de Equipamentos Médicos, registrada no Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica com capital social de apenas R$ 5 mil, mas que mesmo assim fez duas vendas sem licitação para a Prefeitura de Japeri pelo total e R$ 1,8 milhão, o equivalente junto, 360 vezes o capital da empresa.

Médica, a primeira mulher eleita prefeita da história de Japeri não escolheu um colega de profissão para comandar a Secretaria Municipal de Saúde. Ela entregou o controle da rede municipal de atendimento médico a um bacharel em direito, Francisco Nacélio da Silva, que recebeu a incumbência de responder também pelas secretarias de Governo, Habitação e Meio Ambiente. Essa decisão de transformar um estranho no ninho da saúde em super secretário está sendo vista por observadores mais atentos, como resultado de dificuldade da prefeita em formar sua equipe, e “falta de quadros” em seu grupo.

*O espaço está aberto para manifestação da administração municipal de Japeri.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.