Transparência pela metade: Exoneração de condenado como mandante de assassinato ainda não foi publicada pela prefeitura de Japeri

As edições do diário oficial do município de Japeri só começaram aparecer no site da Prefeitura na noite do último dia 18, conforme o elizeupires.com já havia informado na matéria Prefeitura de Japeri classifica como fake notícias sobre a gestão, mas levou 49 dias para disponibilizar as edições do diário oficial.  Porém, quem buscou pelas edições na manha de hoje (24) não encontrou nenhuma delas, que só voltaram a aparecer na parte da tarde.

O “sumiço” temporário, na visão de observadores mais atentos, teria acontecido a partir da noite de ontem (23) depois que um repórter do jornal Extra entrou em contato para saber o motivo da nomeação de um condenado pela Justiça como mandante de um assassinato.

Em resposta ao jornalista a Prefeitura informou que o condenado teria sido exonerado no dia 1º de fevereiro, mas não enviou ao jornal a publicação do ato de exoneração, nem poderia, pois as edições relativas ao mês de fevereiro que estavam no portal iam até o dia 8 daquele mês, e em nenhuma delas é possível encontrar o tal ato de exoneração.

Seny Pereira Vilela Junior, que já tinha ocupado o cargo de secretário de Governo, foi condenado a 18 anos como mandante do assassinato do comerciante André da Silva Conceição, ocorrido em 12 de maio de 2011. Embora a sentença tivesse sido confirmada em segunda instância ele foi nomeado para o cargo de chefe da Divisão de Almoxarifado e Patrimônio da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento, uma das pastas comandadas pelo super secretário Francisco Nacélio da Silva, mais conhecido na cidade como “Cabeça”.

Em nota ao Extra a administração municipal pediu desculpas a população, disse lamentar o ocorrido, mas não apresentou nenhum ato oficial publicado com a exoneração de Seny.

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Japeri.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.