Prefeitura de Magé contrata compra de R$ 1,5 milhão em aparelhos de ar-condicionado de empresa especializada em pintura de edifícios

● Elizeu Pires

Quem quer comprar um aparelho de ar-condicionado, com certeza, não vai procurar por eles em lojas de materiais de construção, escritórios de engenharia ou uma empreiteira de obras. Porém, quando se trata do poder público tudo pode acontecer e aconteceu no município de Magé, na Baixada Fluminense, onde a Prefeitura declarou vencedora de um processo licitatório para contratar a climatização de seus espaços uma empresa cuja atividade principal é a prestação de “serviços de pintura de edifícios em geral”, segundo consta do cadastro da firma junto à Receita Federal.

Trata-se da Kroy Engenharia, que consta como aberta em 1998, com sede na Rua Dr. Alcides Figueiredo, 38, no centro de Niterói. No dia 9 de agosto a empresa firmou contratos com várias secretarias municipais de Magé, no total de R$ 1.578.516,72, tendo como objeto o fornecimento e instalação de aparelhos de ar-condicionado e cortinas de ar. O maior contrato, o de número 32. Tem o valor global de R$ 1.007 milhão e foi assinado com a Secretaria de Saúde.

Sem transparência – Apesar de o pregão 014 ter sido realizado no dia 18 de junho e os contratos homologados há exatos 45 dias, a Prefeitura ainda não disponibilizou nenhum deles no que a gestão do prefeito Renato Cozzolino Harb chama de Portal da Transparência, bem como as atas de registros de preços, nas quais tem de constar a quantidade de itens a serem adquiridos e o valor de cada um deles. A omissão impede que o contribuinte, o real pagador das contas públicas, fique sabendo pelo que vai pagar.

Sobre a aquisição dos aparelhos de ar-condicionado, os únicos documentos disponibilizados pela administração municipal são simples extratos com valores e as secretarias a serem equipadas com eles. Ao todo foram firmados 18 contratos, os de número 32 (R$ 1.007.483,22, Secretaria de Saúde); 33 (R$ 154.070,57, Assistência Social); 34 (R$ 82.838,28, Educação); 35 (R$ 16.268,34, Habitação); 36 (R$ 27.815,36, Agricultura); 37 (R$ 17.751,06, Transporte); 38 (R$ 19.426,24, Segurança Pública); 39 (R$ 11.388,30, Gabinete do Prefeito); 40 (R$ 45.107,62, Meio Ambiente); 41 (R$ 30.368,80, Trabalho); 42 (R$ 7.592,20, Fazenda); 43 (R$ 11.388,30, Planejamento); 44 (R$ 5.917,02, Administração); 45 (R$ 8.875,53, Comunicação); 46 (R$ 12.375,06, Esporte e Turismo); 47 (R$ 48.117,57, Infraestrutura); 48 (R$ 30.814,54, Governo) e 49 (R$ 40.919,59, Defesa Civil).

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Magé.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.