Magé: Com a Prefeitura omitindo tamanho da frota e preço da hora trabalhada, empresa locadora de caminhões e máquinas já recebeu R$ 10,5 milhões este ano

● Elizeu Pires

O contribuinte não sabe exatamente pelo que está pagando, mas a empresa já recebeu R$ 60.790.715,78 da Prefeitura de Magé de 2018 até agora

Com contrato renovado em abril, a Nolasco Construções já recebeu este ano R$ 10,5 milhões dos cofres da Prefeitura de Magé, isso considerando os registros do que a gestão do prefeito Renato Cozzolino Harb chama de Portal da Transparência, mas que não vem sendo atualizado há mais de um mês. Responsável pela locação de máquinas e veículos ao município, a empresa aluga de terceiros boa parte do que disponibiliza para a Prefeitura, mas ninguém sabe quem são os verdadeiros donos da frota “quarteirizada”, já que transparência não tem sido o forte do governo.

Para aumentar a lista de questionamentos sobre a execução do Contrato 026/18 que vem recebendo termos aditivos desde 2019 e já gerou pagamentos no total de mais de R$ 60 milhões, surgiu agora a informação de que a distribuição diária dos equipamentos estaria a cargo de uma pessoa que não trabalha na empresa e não teria, oficialmente, qualquer cargo no governo.

Somando isso a falta de informações sobre o tamanho da frota efetivamente em serviço, mais o fato de a Prefeitura não revelar a quantidade de horas trabalhadas de máquinas pesadas e caminhões, e os respectivos valores,  conclui-se que já teria passado da hora de os órgãos fiscalizadores passarem um pente fino nos processos de contratação, termos aditivos e pagamentos feitos em relação a locação de veículos, caminhões e maquinas pesadas autorizados pela administração municipal de Magé.

O contrato original com a Nolasco Construções foi firmado em abril de 2018, com valor global de R$ 18,083 milhões. Desde então vem sendo feitos termos aditivos, com prorrogação da validade do contrato e aumento de valores. O último aditivo é de R$ 22,6 milhões e foi  homologado no dia 21 de abril deste ano, com a Prefeitura disponibilizando apenas um extrato, deixando dar publicidade a quantidade de equipamentos, contrato, planilhas e ata de registro de preços, com o total de horas contratadas.

Ao todo a Nolasco Construções já recebeu da Prefeitura R$ 60,7 milhões, sendo R$ 8,9 em 2018, R$ 21,5 em 2019, R$ 19,7 em 2020 e R$ 10,5 este ano.

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura e da empresa contratada.

Matérias relacionadas:

Prefeitura de Magé renova locação de máquinas e caminhões por R$ 22,6 milhões sem revelar o tamanho da frota locada

Magé continua escondendo o contrato para locação de máquinas e caminhões firmado com empresa que aparece no sistema da Prefeitura com recebimentos no total de mais de R$ 55 milhões

MP deverá ser o caminho para obrigar Prefeitura de Magé revelar inteiro teor do contrato de aluguel de equipamentos, renovado por R$ 22 milhões

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.