Casimiro de Abreu: Por trabalhar de forma correta controlador do município estaria correndo risco de perder o cargo

● Elizeu Pires

Não será surpresa se o prefeito de Casimiro de Abreu, Ramon Gidalte, exonerar, ainda nesta semana o controlador Marcus André Guerra Magalhães. De acordo com uma fonte ligada ao governo, a possível saída não se daria por qualquer irregularidade nos despachos de Marcus, mas por causa da marcação cerrada que ele estaria fazendo, passando o pente fino em tudo.

Segundo a fonte, as exigências legais do controlador estariam incomodando muitos “amigos” do governo. As reclamações são de que o jeito certo de trabalhar de Marcus é que estaria desagradando.

Ainda segundo a fonte, alguns atos praticados pela gestão de Ramon estariam tirando o sono de muita gente. Um deles seria uma licitação para compra de materiais didáticos, um despesa no total de R$ 2,8 milhões. Na lista dos “atos problemas” estão também o contrato da ornamentação natalina e a adesão de uma ata de registros de preços para aquisição de tablets.

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Casimiro de Abreu.

Comentários:

  1. É sempre assim, quem trabalha certo o sistema mastiga e joga fora. A população deve tomar conhecimento dessas coisas e ser aliada na luta contra essa injustiça.
    A população precisar para der achar que virá um Messias e fazer o trabalho que cabe a ela. Precisamos criar consciência política e administrativa da máquina pública!

Deixe um comentário para valbert anacleto dos santos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.