Japeri sai na frente no décimo-terceiro salário

Na rica Nova Iguaçu Bornier está com problemas para fechar as contas, mas em Japeri, o “patinho feio” da Baixada Fluminense, Ivaldo Barbosa, o Timor vem dando uma de malabarista para não deixar a peteca cair

O município mais pobre da Baixada Fluminense vai fechar o ano sem dever salário

Os servidores do município de Nova Iguaçu estão penando para ver a cor do dinheiro. Algumas categorias já acumulam dois meses de atraso e o décimo-terceiro deverá ficar mesmo para o próximo ano, mesma situação de Belford Roxo e São João de Meriti. Já em Japeri, cidade mais pobre da Baixada Fluminense, a segunda parcela da gratificação natalina foi paga nesta quinta-feira e, segundo informou o prefeito Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor, os salários de novembro e dezembro estão garantidos. 

Arrecadando este ano 40% menos que no ano passado, quando a receita já estava sofrendo reduções, o município está tendo dificuldades em vários setores, mas o esforço é pela manutenção dos serviços básicos e pela garantir dos salários. “O servidor tem que quer prioridade. Estamos com muitas dificuldades. Se cidades ricas como Nova Iguaçu e Duque de Caxias estão com problemas para pagar a folha de pessoal imaginem Japeri… Estamos cortando onde dá para fecharmos as contas, mas os funcionários não serão prejudicados”, afirmou.

Comentários:

Deixe uma resposta para Eliete Lopes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.