Queimados muda data da licitação do lixo para esfriar os ânimos

Com valor global estimada em mais de R$ 40 milhões, a concorrência está pegando fogo em Queimados

● Elizeu Pires

Marcada inicialmente para o dia 1º de fevereiro, a abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas no novo contrato da coleta de lixo no município de Queimados, na Baixada Fluminense, através da Concorrência Pública 13/23, com valor global de  até R$ 43,1 milhões, foi reagendada para a próxima quarta-feira (7).

O aviso, sem maiores explicações, no diário oficial de 30 de janeiro, mas gente ligada ao governo, diz que o adiamento por seis dias teria o objetivo de esfriar os ânimos por lá, uma vez que a permanência da empresa Força Ambiental na continuidade da prestação do serviço, estaria ameaçada por um velho conhecido no mercado da limpeza pública, que despertou interesse em participar do certame, supostamente com sua proposta pronta e uma planilha de prestação de serviços com valores considerados bem baixo, que poderiam em derrubar em  muito o valor global estimado no edital.

O argumento contra o tal empresário seria de ele costumaria jogar o preço para baixo, mas não entregaria o contratado. Seja lá o que for, o fato é que os gastos com limpeza pública aumentaram muito na atual gestão, sem que, segundo moradores da cidade, resultassem na melhora do serviço prestado.

Conforme já foi revelado, quando, em janeiro de 2021, o prefeito Glauco Kaizer assumiu o mandato, o contrato da Prefeitura para a coleta de lixo representava uma despesa mensal de R$ 1.366.244,56. Com um termo aditivo passou para R$ 1.534.389,80 em novembro daquele ano, subiu para R$ 1.811.643,30 em novembro de 2023 e, atualmente, está em R$ 2.077.842,10 mensais, o que representa R$ 24,9 milhões em um ano de prestação de serviço.

De acordo com o edital da Concorrência 13/23, a gestão do prefeito Glauco Kaizer está se propondo a pagar até R$ 43,1 milhões por ano no contrato, R$ 18,2 milhões acima do contrato atual, se esse tivesse validade de 12 meses.

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Queimados

Matéria relacionada:

Classificada atualmente como precária, coleta de lixo em Queimados poderá custar mais de R$ 40 milhões a partir deste ano

Estimada em mais de R$ 40 milhões, licitação do lixo está marcada para 1º de fevereiro, mas já pega fogo em Queimados

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.