Ricardo da Karol só não será deputado se não quiser: validada a eleição de Wladimir Garotinho em Campos a vaga é do político de Magé

Primeiro suplente de deputado federal pelo extinto PRP, o empresário Ricardo Correia de Barros (foto), o Ricardo da Karol (agora no PSC), só não assumirá o mandato parlamentar se não quiser. É que o único deputado eleito pela antiga legenda no Rio em 2018, vai assumir a Prefeitura de Campos. Wladimir Garotinho teve a votação validada depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), derrubou hoje (10) decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro que havia indeferido o registro do candidato a vice-prefeito Frederico Paes.

Tanto Wladimir quanto Ricardo saíram do PRP, pois a legenda, que não atingiu a clausula de barreira, deixou de existir e foi incorporado pelo Patriota. O filho do ex-governador Anthony Garotinho foi para o PSD e Ricardo – que ficou em segundo lugar na disputa pela Prefeitura de Magé este ano – abrigou-se no Partido Social Cristão.

O ingresso de Ricardo na Câmara dos Deputados não o impende de vir a participar de uma possível eleição suplementar em Magé. A nova votação poderá acontecer, pois o primeiro colocado, Renato Cozzolino Harb (PP), está com os votos sub judice, e sua diplomação depende de julgamento de recurso no TSE em processo que até hoje não entrou em pauta para ser analisado em plenário.

Comentários:

Deixe uma resposta para aluizio marques Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.