Águas do Rio vai instalar hidrômetros em Magé para cobrar por um serviço que terá de ser melhorado e muito na cidade

Representante da concessionária se reuniu com o Procon

Durante a reunião a empresa prometeu levar mais água às torneiras de Magé – Foto: Divulgação/Águas do Rio

O abastecimento de água, apesar de o município contar com mananciais, sempre foi feito de maneira insatisfatória e parte significante da população de alguns bairros de Magé nunca pagou à Cedae pelo consumo. Isso vai mudar. A concessionária Águas do Rio, que assumiu o serviço de água e esgoto em 27 municípios no estado do Rio de Janeiro, garante que vai levar água às residências, mas vai cobrar, e para isso instalará hidrômetros nas residências.

Isso ficou bem claro ontem (10), durante reunião de representantes da empresa no Procon, onde a nova operadora dos serviços foi apresentada. A finalidade, de acordo com a concessionária, foi esclarecer dúvidas e estabelecer um bom relacionamento junto ao órgão responsável pela defesa e a proteção dos direitos do consumidor.

Da reunião participaram a diretora do Procon-Magé, Renata Meirelles e o superintendente da Água dos Rio para a Baixada Fluminense, Cleyson Jacomini, que falou sobre a regularização. “Estamos dando a oportunidade de as pessoas regularizarem suas situações em relação ao saneamento com a instalação de hidrômetros nas residências. Temos muito trabalho pela frente, mas vamos usar de muita tecnologia investida e expertise dos colaboradores que já atuavam na área para fazer algo transformador”, afirmou Cleyson.

Renata, por sua vez, falou sobre o quadro atual. “Aqui no município temos muitos problemas com a pressão da água. Mas vamos atuar juntos, de mãos dadas”, prometeu ela.

O superitendente regional assumiu um compromisso com Magé, o de levar mais água de qualidade, elevar o nível de saúde e dignidade aos consumidores que sofrem com o desabastecimento constante. “Estamos falando de água, que é algo tão essencial e, infelizmente, finito. Nossa intenção é levar esse bem para todos, mas é preciso gerir da melhor forma possível. Vai haver uma grande mudança de paradigmas, e eu tenho certeza de que será benéfico, principalmente para quem é desassistido”, concliu Cleyson.

(elizeupires.com com a Assessoria de Comunicação da Água dos Rio).

Matéria relacionada:

Águas do Rio vai instalar hidrômetros em Magé para cobrar por um serviço que terá de ser melhorado e muito na cidade

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.