Belford Roxo: obras chegam a 14 ruas do Jardim Anápolis

Vias estão sendo drenadas para receberem asfalto

A transformação já é uma realidade em Belford Roxo. As obras estão acontecendo em todos os bairros simultaneamente. Algumas fruto de parcerias com o Governo Federal e Estadual, outras com recursos próprios da Prefeitura. O prefeito Wagner dos Santos Carneiro, o Waguinho, tem investido pesado na infraestrutura de morros e comunidades. Em destaque, nas obras do bairro Jardim Anápolis, onde 14 ruas já estão recebendo mais de 2,9 km de drenagem e 3,9 km de esgotamento sanitário, para que posteriormente caia o asfalto em mais de 3,8 Km de extensão e 225 metros de concreto.

Saúde de Japeri vai vacinar alunos com 12 anos ou mais

Os demais moradores podem garantir a proteção contra o vírus nos sete postos de saúde disponíveis, das 9h às 15h

Para aumentar a cobertura vacinal e prevenir casos de Covid-19 na cidade, a Prefeitura de Japeri, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, dará início à vacinação nas escolas públicas nesta sexta-feira (3). Apenas alunos da rede municipal de ensino com 12 anos ou mais poderão se imunizar nos locais. Os demais moradores podem garantir a proteção contra o vírus nos sete postos de saúde disponíveis, das 9h às 15h.

Vereadores da Baixada decidem unir forças para evitar que população de baixa renda seja preterida no abastecimento de água

● Elizeu Pires

Carlinhos do BNH é o autor da lei que veda instalação de registros de consumo antes da rede de abastecimento - Foto: Divulgação/CMNI Há exatos 32 dias operando o sistema de água e esgoto em 27 municípios do estado do Rio de Janeiro, a Concessionária Águas do Rio ficará sob marcação cerrada daqui para frente, pois a exemplo da Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu – que aprovou um projeto de lei determinando que as empresas detentoras da concessão do serviço público de fornecimento de água fiquem proibidas de instalar hidrômetros nas residências e estabelecimentos comerciais antes da instalação das redes de água – outras Casas Legislativas da Baixada Fluminense deverão seguir na mesma toada.

Águas do Rio diz que pessoas não autorizadas estavam fazendo manobras em Nova Iguaçu

Em relação à matéria “Câmara de Nova Iguaçu vai enquadrar a concessionária Águas do Rio”, publicada na tarde desta terça-feira (30), na qual fora revelado que a Câmara de Vereadores da cidade havia recebido denúncias sobre a concretação do  local de manobra, instalado pela Cedae há anos, para que a população do local pudesse ter acesso à água, visto que nunca foi feita instalação correta pelo governo estadual, a empresa enviou nota oficial ao elizeupires.com com os seguintes esclarecimentos:

“A Águas do Rio informa que o sistema de abastecimento na região do Morro do Cruzeiro possui um registro que abastece tanto os moradores da parte alta da região quanto as ruas Rangel Pestana e Travessa Dr. Tibau, da parte baixa, no Centro de Nova Iguaçu.

Cedae teve contrato rompido e foi declarada inidônea, mas continuou operando em Magé por mais 38 anos, para desespero da população

● Elizeu Pires

Renato Cozzolino baixou decreto tirando a Cedae do município em maio de 1983, mas seus sucessores acabaram fazendo "corpo mole" com a estatal Hoje substituída pela Concessionária Águas do Rio na operação dos serviços de água esgoto, a Cedae sempre foi indesejada no município de Magé por explorar os mananciais locais, mas deixar as torneiras secas. A estadual, que atuou na cidade até o dia 31 de outubro deste ano, chegou a ser “expulsa” e declarada “inidônea para contratar com a municipalidade”, pelo fato de cobrar por serviços de péssima qualidade e nunca ter cuidado do esgotamento sanitário.

Prefeitura de Nova Iguaçu fará nova recarga do cartão-alimentação mesmo com volta às aulas presenciais

Mesmo com o retorno das aulas presenciais na rede municipal de Nova Iguaçu, a Prefeitura fará mais uma recarga no cartão-alimentação, referente ao mês de novembro, no valor de R$ 70, até a próxima terça-feira (30). O auxílio-alimentação concedido às famílias dos mais de 66 mil alunos das 143 escolas municipais desde o início da pandemia da Covid-19, em março do ano passado. A compra de itens da cesta básica é feita em estabelecimentos comerciais credenciados.

O auxílio-alimentação foi um compromisso assumido pelo prefeito Rogerio Lisboa no ano passado, mesmo sem saber quanto tempo levaria para que as atividades presenciais fossem retomadas nas escolas do município. “Muito antes das urnas eleitorais serem abertas eu já havia determinado a todos os responsáveis uma resolução: qualquer que fosse o resultado da eleição, o auxílio-alimentação dado aos nossos alunos da rede municipal deveria ser pago até o fim deste ano”, disse o prefeito de Nova Iguaçu, que comemora a retomada das aulas presenciais. “Não me canso de repetir como é emocionante ver nossos pequenos ocupando novamente as salas de aula”.

Japeri completa um mês de aulas presenciais com 70% dos alunos em sala

Para garantir a segurança dos estudantes, as escolas estão com uso obrigatório de máscara, carteiras demarcadas com distanciamento e recipientes com álcool em gel nos corredores

Para retornar às aulas os alunos precisam apresentar autorização assinada pelos pais ou responsável - Foto: Divulgação/PMJ Um mês que os portões se abriram, os quadros voltaram a ser usados e as salas de aulas ganharam mais cores com a presença dos alunos: são essas pequenas ações que a rede municipal de ensino de Japeri celebrou ontem (25). Com 30 escolas e 4 creches públicas, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, tem 70% dos estudantes participando das aulas presenciais. Os demais alunos, optaram por permanecer no sistema remoto, ou seja, pela plataforma digital.

Dinheiro garantido não assegura construção de ponte em Queimados: Recurso federal para a obra é de R$ 2 milhões

A empresa que já deveria ter iniciado a construção da ponte recebeu mais de R$ 200 mil para construir uma travessia provisória Garantida por dinheiro do governo federal repassado à Prefeitura através de emenda parlamentar, a construção de uma ponte sobre o Rio Camarim, interligando os bairros Ponte Preta e Eldorado, no município de Queimados, na Baixada Fluminense, era para ter sido iniciada há muito tempo, mas a gestão do prefeito Glauco Kaizer não informa nada sobre a obra, abusando da paciência dos moradores das duas localidades que deveriam ser beneficiadas.

O mais estranho é que administração municipal não mostrou ainda nem o contrato que deveria ter sido assinado em setembro com a empresa vencedora da tomada de preços realizada no dia 30 de agosto, a Procec Engenharia, a mesma que meses antes teve emitido em seu favor empenho no valor de  R$ 290.571,00 para instalar no local uma travessia provisória,  do qual aparecem como feitos dois pagamentos que somam R$ 223.502,00, o que pode  ser conferido aqui.

Japeri: Melhorias chegam ao bairro Belo Horizonte

Ações serão ampliadas para várias localidades, anuncia o secretário de Obras da cidade

A Prefeitura de Japeri, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), realizou intervenções emergenciais no bairro Belo Horizonte. As ações fazem parte de um planejamento intensivo de melhorias nos bairros do município, marcados por anos de abandono.

Obras de assentamento de rede chegam para realizar o sonho da água nas torneiras de Duque de Caxias

Com menos de um mês de operação, a Águas do Rio já vem fazendo diversas intervenções nas cidades em que atua. Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, não é diferente. A concessionária está implantando mais de cinco mil metros de rede, com o intuito de ampliar o acesso à água tratada aos caxienses. As obras acontecem de forma simultânea em dois bairros da cidade. 

Um desses bairros é o Itatiaia. Por lá, serão colocados mais de 2,6 mil metros de tubulação, beneficiando mais de 1.650 pessoas. Antônio Felix, aposentado e morador da Rua Itaciba, conta sobre suas expectativas. “Aqui eu só tenho água por caminhão-pipa. São 15 anos sem abastecimento direto. Eu espero que caia água todo dia, aí vai ficar bonito”, disse.