Meriti é a segunda cidade acima de 200 mil habitantes que mais investe em Saúde, aponta o Instituto de Ensino e Pesquisa

Em 2017 São João de Meriti, na Baixada Fluminense, de acordo com a 14ª edição do anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), foi a segunda cidade da Região Sudeste  que mais ampliou os investimentos na área da Saúde, ficando atrás apenas de Guarulhos (SP). Este ano, aponta levantamento feito do Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), Meriti ficou em segundo no segundo lugar, entre 95 cidades da Região Sudeste com mais de 200 mil habitantes de todo país, com melhor desempenho em investimentos na área da saúde em comparação com o ano de 2016, gestão do então prefeito Sandro Matos.

O estudo foi divulgado hoje (1) pelo jornal O Globo em suas edições impressa e eletrônica, tendo o município Montes Claros (Minas Gerais) ficado em primeiro lugar, Anápolis (Goiás) em terceiro, e Caucaia (Ceará), em na quarta posição. "Esses dados só confirma o nosso compromisso com a Saúde. Em 2017, por exemplo, o investimento no setor aumentou 16,3%, totalizando R$ 156,1 milhões em naquele. Continuanos elevando o investimento nos anos seguintes, o que comprova que a Saúde é prioridade na nossa gestão", a afirma o prefeito João Ferreira Neto, o Dr. João, levando que recebeu o setor de Saúde totalmente sucateado, praticamente de portas fechadas e com precariedade no atendimento.

Mais um crime creditado à motivação política em Magé e a pergunta que tem de ser respondida é: “A quem interessava a morte de Renata Castro?”

Renata Castro, de 38 anos, foi executada a tiros na manhã desta sexta-feira (30), em frente a casa em que morava, na localidade de Fragoso, no município de Magé. As investigações mal começaram e já se fala em "motivação política", por conta de denúncias que ela vinha fazendo contra a administração municipal desde que foi exonerada do cargo comissionado que ocupava na Prefeitura. O fato é que ela está morta, e independente de qual seja a motivação, o importante é identificar o autor ou os autores dos disparos, efetuar quantas prisões forem necessárias para que justiça possa ser feita e evitar que esse entre para lista nos crimes impunes.

Apontada como cabo eleitoral da família Cozzolino, Renata postou o seguinte recado ontem (29): "Não adianta me ameaçarem de morte. Hoje, teve dois cidadãos que foram no prédio me ameaçar, me coagir. O que eu fiz ontem eu vou fazer amanhã, vou fazer depois de amanhã. Mais uma denúncia aqui na Polícia Federal".

Decisão judicial não vale para a Câmara de Silva Jardim

Justiça manda afastar vereador e plenário resolve que não

Em sessão plenária que contou com a participação do próprio condenado, a Câmara de Vereadores de Silva Jardim decidiu pela manutenção na Casa do vereador Adão Firmino, que deveria ter sido destituído do mandato no mês passado. Adão foi condenado por improbidade administrativa em processo transitado em julgado e o suplente tem de ser convocado, mas a mesa diretora resolveu submeter ao plenário um dispositivo esquisito, que permite o descumprimento da ordem judicial.

À sombra ou sobras do passado

Por Almeida dos Santos

A nomeação do Hermeto Paulo Cavalcante, sogro do deputado federal João Carlos Soares Gurgel, mais conhecido como Sargento Gurgel Sargento (PSL), para ser o secretário municipal de Segurança Pública mostra o dilema vivido por alguns integrantes do PSL. Um bordão que antes era famoso ao ser atribuído ao MDB e que agora parece valer para o PSL: "Entre a Bíblia e o Capital, fico com o Diário Oficial".

Vereador Lopes vira “sonho de consumo” para compor chapa em Magé

Ricardo da Karol vê nele o candidato a vice ideal

Eleito vereador pelo PDT em 2016, o policial militar aposentado André Antonio Lopes do Nascimento, mais conhecido como Sargento Lopes (foto) quer disputar a Prefeitura de Magé este ano, mas vai ter que se esforçar muito para não ceder às tentações. Falando há pouco ao elizeupires.com, o empresário Ricardo Correia de Barros, o Ricardo da Karol – pré-candidato à sucessão do Rafael Tubarão – confirmou que vê em Lopes o companheiro de chapa ideal, e que vai se esforçar para assegurar uma aliança.

Neto de Nelson do Posto é pré-candidato a vereador em Guapimirim, começando do jeito que o avô iniciou-se na vida pública

Nelsinho - que acompanhava o avó nas solenidades de diplomação e posse - quer entrar para a vida pública pelo mesmo caminho, via Legislativo Além de Ligia, pré-candidada à Prefeitura de Guapimirim, a Família do Posto vai ter mais um representante na disputa eleitoral deste ano. Nelson do Posto Neto, o Nelsinho, pretende concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores, entrando para a vida pública pelo mesmo caminho percorrido pelo avô, Nelson da Costa Melo, o Nelson do Posto, três vezes prefeito e também deputado estadual.

Nelson disputou a primeira eleição em 1988. Elegeu-se vereador pelo PL para representar o então terceiro distrito na Câmara de Magé. Em 1990 ele concorreu a deputado estadual dois anos depois, ficando de fora por apenas 34 votos. Em 1992, com a emancipação de Guapimirim, foi eleito prefeito.

A Orlandino Cabral, com carinho

Orlandino foi, durante 18 anos, o Papai Noel das festas de Natal patrocinadas pela Família do Posto Peço licença aos que me leem todo o dia para fazer um depoimento pessoal. Tenho 37 anos de carreira e nunca havia me posicionado assim como estou fazendo neste momento.

Estive agora de manhã para tomar um café com um velho amigo em Guapimirim. Orlandino Cabral foi motorista e amigo pessoal de Nelson da Costa Mello. O Nelson do Posto que o povo de Guapimirim aprendeu a amar e respeitar pelos seus atos e obras. No próximo sábado Orlandino completará 83 anos de vida. Se Nelson do Posto estivesse vivo, com certeza, estaria na hora dos parabéns.

Justiça do Rio suspende desconto nas mensalidades escolares

Liminar atendeu a pedido do sindicato das escolas privadas do estado

A Alerj vai apresentar defesa da lei do desconto aprovada em plenário A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu a aplicação da lei estadual que determinou descontos nas mensalidades de escolas e universidades do estado. A decisão liminar (provisória) é da juíza Regina Chuquer que atendeu a mandado de segurança coletivo impetrado pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Rio de Janeiro (Sinepe-RJ). A lei aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) impôs a redução de 30% das mensalidades escolares como consequência da queda de custos de manutenção em razão da suspensão das atividades presenciais devido à pandemia de covid-19.

Comunicado aos nossos leitores de Maricá

Desde 2007 somos recebidos com carinho e respeito todos os dias nas casas de moradores desta cidade, pessoas que nos horam acessando o elizeupires.com. É em consideração a isto que comunicamos não ter nenhum vínculo com mídia digital ou impressa sediada em Maricá. Nosso conteúdo é postado exclusivamente no elizeupires.com, o que não impede que seja reproduzido desde que citada a fonte e não seja dada impressão de que fora produzido para o órgão que o está replicando.

Primo do ex-parlamentar que queria proibir a venda de Coca-cola, deputado da margarina defende medida de exceção no Rio

Parece que a surra levada nas urnas em 2016, quando disputou a Prefeitura de Magé, afetou seriamente a cabeça do deputado Renato Cozzolino Harb (foto), que, ignorando o que diz a Constituição Federal, apresentou – junto com outros dois membros do chamado baixo clero da Assembleia Legislativa – um projeto de lei visando a implantação do isolamento total no estado do Rio de Janeiro, com direito a apreensão de veículos e tudo, a pretexto de conter o avanço do coronavírus.

O agora ferrenho defensor do lockdown, além da Carta Magna, ignora também que o Estado tem outros mecanismos, dispositivos legais suficientes para enfrentar a pandemia, sem precisar adotar uma medida de exceção defendida por ele e mais dois.