Eleições em Araruama: MP recebe denúncia de supostas candidaturas “laranjas” apenas para compor cotas de mulheres nas nominatas

Os partidos Republicanos e PT, cada um com vereador eleito no último dia 15, podem ter lançado mão de candidaturas femininas apenas para cumprir a cota de gênero determinada pela legislação. Pelo menos é o que aponta representação feita junto ao Ministério Público que atua perante a 92ª Zona Eleitoral, no município de Araruama, no estado do Rio de Janeiro. Se for aceita pela Justiça e considerada procedente em processo transitado em julgado, os candidatos Sergio Murilo (Republicanos) e Sargento Raimundo (PT), declarados eleitos com  876 e 453 votos, respectivamente, poderão perder os mandatos.

A denúncia foi feita pelo vereador José Rodolfo Silva Siqueira de Oliveira, mais conhecido na cidade como Rodolfo Buda, que tentou a reeleição pelo PSC e apesar de somar 1.298 votos – votação superior a de oito concorrentes eleitos –, ficou como primeiro suplente de sua legenda.

Campanha de Crivella adota fake news do “kit gay” para atingir adversário e Justiça manda apreender o material impresso

A mentira do kit gay muito usada nos meios evangélicos durante a campanha para presidente da República em 2018, voltou a ser objeto de material com informação falsa, dessa vez na disputa pela Prefeitura do Rio. Mal nas pesquisas de intenção de voto, nas quais aparece levando uma "surra" do candidato do DEM, Eduardo Paes, o prefeito Marcelo Crivella (foto) foi alvo de uma representação do corpo jurídico da campanha de Paes, que acabou resultando em mandado de busca e apreensão emitido pela juíza Luciana Mocco Moreira Lima, da 4ª Zona Eleitoral.

No material com o cabeçalho "Eduardo Paes e seus amigos defendem", a campanha de Crivella imputa a Paes supostas pautas como legalização do aborto, liberação das drogas e distribuição do kit gay nas escolas.

Falando sozinho, deputado?

Com base em Belford Roxo, onde foi vice-prefeito sem nunca ter sido empossado no cargo, o deputado estadual Marcio Canela foi visto na tarde de hoje em São João de Meriti. Cercado de uns três ou quatro, de microfone em punho, declarava apoio ao candidato do PSC, Leo Vieira. Canella chegou com apoio solitário, enquanto Waguinho, prefeito reeleito com 80,40% dos votos deu real demonstração de força, apoiando, à vera, a reeleição do prefeito Dr. João.

TRE derruba chapa vencedora da eleição em Itatiaia: se decisão for mantida o município terá nova votação para prefeito

A decisão do TRE derruba a chapa composta por Dudu e Jabá Em acórdão datado desta terça-feira (24), o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro acatou recurso do Ministério Público contra o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (DRAP), referente a chapa formada pelo prefeito de Itatiaia, Eduardo Guedes, o Dudu, e Sebastião Mantovani, o Jabá, por conta de irregularidades e fraude na convenção feita pelo PSL para indicar Jabá como companheiro de chapa de Dudu, declarado reeleito com 44,37% dos votos, o que pode ser conferido aqui.

A defesa de Dudu ainda pode apresentar embargos de declaração no próprio TRE e depois recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Prevalecendo a decisão a votação do prefeito é anulada e a Justiça marcará uma eleição suplementar, sem a participação da dupla, por ter sido ela a dar causa à anulação da eleição de 15 de novembro.

Segunda turma do STF suspende efeito de condenação penal abrindo caminho para o TRE deferir registro de candidatura e validar votos de Washington Reis

Em julgamento nesta terça-feira (24) a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou os embargos impetrados pela defesa do prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (foto), nos quais pediu a suspensão dos efeitos de uma condenação a sete anos de prisão imposta a ele em dezembro de 2016 pelo pleno da Corte.

Com a decisão de hoje acaba o impedimento ao deferimento de sua candidatura a reeleição, ficando o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro sem motivo para manter o resultado de seis a zero, placar verificado na sessão de segunda-feira (23), até o momento em que a desembargadora Kátia Junqueira pediu vistas no processo, prometendo a devolvê-lo à pauta de quinta-feira (25), quando os membros do TRE deverão rever seus votos e deferir o registro dele, validando, consequentemente, os votos conferidos a ele e o declarando reeleito por mais quatro anos.

Tensão, denúncia de sequestro e ameaça na disputa eleitoral em São João de Meriti

Ambulante revela que teria sido levado à força para gravar depoimento com falsas acusações ao prefeito da cidade

Uma semana após a revelação de que camelôs que trabalham no centro de São João de Meriti e Vilar dos Teles, na Baixada Fluminense, dando conta de que homens armados circulando em vários carros diferentes estariam intimidando a categoria por conta das disputa pela Prefeitura, alertando para eles não votarem no prefeito João Ferreira Neto, o Dr. João, candidato a reeleição pelo DEM, um casal de ambulantes compareceu à 64ª Delegacia Policial relatando ter sido tirado - sob ameaça de armas - da rua e levado a um galpão que seria da  campanha do candidato do PSC, Leo Vieira, onde, sob mira de arma, teria sido obrigado a gravar um vídeo com falsas acusações contra o adversário. O depoimento prestado pelo casal já foi encaminhado à Justiça e a polícia está tentando identificar os autores do suposto sequestro.

O casal, identificado como Thamires de Almeida e Ledilson Roberto da Silva, contaram no registro de ocorrência 064-15195/2020, lavrado às 20:31 da última segunda-feira (23), que trabalham como ambulantes na esquina da Avenida Automóvel Clube com Rua São João Batista, no centro de São João de Meriti, onde, por volta das 12:20 do mesmo dia, um Corola preto de vidros com película escura teria parado no sinal, e logo após parou um carro branco. Consta no depoimento que Ledilson teria se aproximado para oferecer balas e a janela do lado do motorista foi baixada, dando para ver três pessoas dentro do carro.

Volta Redonda e Carapebus também poderão ter nova eleição para prefeito: Antonio Neto e Cristiane Cordeiro perderam de 7 x 0 no TRE

Candidato mais votado no primeiro turno das eleições em Volta Redonda, somando 86.673 votos (57,20%), 66.712 a mais que o segundo colocado – Paulo Cesar Balthazar (12,66%), o ex-prefeito Antonio Francisco Neto perdeu ontem (23) o recurso impetrado contra o indeferimento do seu registro de candidatura, situação que pode provocar eleição suplementar no município, se a decisão de ontem for mantida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para onde o processo sobe agora.

Na mesma sessão foi julgado também o recurso da prefeita de Carapebus, Cristhiane Cordeiro, que concorreu à reeleição obteve 3.565 votos, 34,71 da votação total. Cristhiane teve o registro de candidatura pelo juízo eleitoral local e recorreu ao TRE, que manteve a decisão.

TRE rejeita recurso de Cozzolino e eleição de Magé permanece indefinida

Por unanimidade o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro rejeitou nesta segunda-feira embargos de declaração impetrados pelos advogados do candidato a prefeito mais votado em Magé, Renato Cozzolino Harb (foto) cuja votação permanece invalidada. Ele ainda poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que, em outro processo, manteve a situação de inelegibilidade dele por conta de condenação por abuso de poder na campanha eleitoral de 2018, quando Renato conquistou o segundo mandato de deputado estadual.

Prevalecendo a decisão no julgamento no TSE, os eleitores de Magé terão de retornar às urnas em eleição suplementar, com o município sendo governado pelo presidente da Câmara de Vereadores a ser eleito pela Casa no dia 1º de janeiro.

Pedido de vista adia derrota do prefeito de Caxias no TRE-RJ: julgamento está seis a zero contra Washington Reis

O julgamento dos embargos de declaração impetrado pelos advogados do prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (foto) contra o indeferimento do registro de candidatura dele, foi suspenso agora há pouco, quando ele já estava perdendo de seis a zero. A desembargadora Kátia Junqeira apresentou pedido de vistas, prometendo devolver o processo à pauta na sessão da próxima quinta-feira (25). Nesta terça-feira (24), o Supremo Tribunal Federal (STF), estará julgando recurso da defesa de Reis, no qual é pedido efeito suspensivo da inelegibilidade dele no caso da condenação a uma pena de sete anos.

Barrada nas urnas oposição perde o rumo em Nova Iguaçu

Marcelo Lajes comandou a oposição da Câmara, tentou a Prefeitura e sua aliança não elegeu sequer um vereador Ele dizia a voz da moralidade. Depois de um bom tempo atuando como líder do governo na Câmara, passou a comandar a oposição, fazendo oposição contra a direção da Casa e a administração. Fez muito barulho sem eco algum e passou vergonha nas urnas. Candidato a prefeito pelo PTRB numa aliança com PMB e PMN, Marcelo Lajes obteve 3,83% dos numa disputa que o principal alvo dele venceu logo no primeiro turno com 62,10% dos votos. Se o líder da oposição não arrumou nem para o cafezinho na eleição, imaginem os liderados dele...

No meio do caminho ficaram vereadores que apostaram alto na reeleição, mas, pelos números apurados e pelo não alcance do quociente eleitoral por parte de seus partidos, não teriam sido reeleitos mesmo se estivesse ocorrido a redução de 17 para 11 cadeiras. Ficaram fora da festa, entre outros os parlamentares Fabinho Maringá, Carlão Chambarelli e Dr. Cacau, vozes estridentes contra o governo e própria Câmara ao lado de Marcelo Lajes.