Itatiaia: Justiça mantém afastamento de Imberê, enquadra ‘tribunal de exceção’ e convoca vereadores para audiência de conciliação

● Elizeu Pires

A Câmara de Itatiaia está vivendo dias de conflito Agendada para ontem (29), a sessão marcada pela Câmara de Vereadores para escolher um novo presidente não aconteceu. É que a juíza Carolina Fava de Almeida, da Vara Única local, acolheu parcialmente um mandado de segurança impetrado pelo vereador Alexandre Campos, o Tim Campos, suspendendo a votação. Ela também indeferiu, por ora, um pedido de antecipação de tutela ajuizado na semana passada por sete vereadores contra Tim, presidente em exercício da Casa, e a secretária geral Tatiana Lopes, que segundo eles teriam cometido atos de improbidade administrativa para barrar a sessão extraordinária da  última terça-feira (23), quando um grupo de sete parlamentares "destituíram" Tim e convocaram uma nova eleição.

Itatiaia: Dor de cotovelo pela chefia do Executivo seria combustível para o “tribunal de exceção” na Câmara de Vereadores

● Elizeu Pires

Embora já esteja em seu quarto mandato, o vereador Cristian de Carvalho deverá entrar para o time dos "coronéis de Itatiaia" que não conquistaram a cadeira de prefeito da cidade do Sul Fluminense. É o que profetiza quem acompanha de perto a movimentação na política local, onde o vale-tudo na disputa pelo poder tem incluído "grito" e "marra", desde que o ex-prefeito Eduardo Guedes, o Dudu, o mais votado, teve sua reeleição anulada pela Justiça Eleitoral em todas as suas três instâncias.

Ex-primeira dama de Guapimirim pode assumir vaga na Assembleia Legislativa com cassação do deputado Vandro Família

● Elizeu Pires

Vandro teve sentença confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral Primeiro suplente de deputado estadual pela coligação Solidariedade-PTB, Jairo Souza Santos, o Coronel Janeiro - que está na Alerj na cadeira do parlamentar licenciado Rodrigo Bacelar -, ficará como titular de mandato com a cassação do parlamentar Vandro Lopes Gonçalves, o Vandro Família, confirmada ontem (23) pelo plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por seis votos a um.

Política na base do grito em Itatiaia: Na busca pela caneta de ouro, ‘tribunal de exceção’ causa instabilidade na Câmara e próximo interino poderá ser decidido pela Justiça

● Elizeu Pires

O que se comenta nos meios políticos locais é que parte dos membros da Câmara representaria os interesses do grupo do ex-prefeito Eduardo Guedes, que quer se manter no poder ainda que só por mais alguns meses Em nome do respeito e do desrespeito  ao regimento interno, a Câmara de Itatiaia vive um clima de guerra que se acirrou na noite de ontem (23) em que os problemas dos moradores, mais uma vez, ficaram em segundo plano já que os edis usaram suas armas pela disputa da presidência da Casa de Leis, o que dá direito ao cargo de prefeito interino a partir do início de dezembro, quando termina os 180 dias do afastamento judicial do vereador Imberê Moreira, um dos postulantes a ocupar novamente a chefia do Executivo local até que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE RJ) realize eleições suplementares. Com atos divergentes, pró e contra a permanência de Imberê na presidência, existe a expectativa de que o Judiciário seja acionado para decidir o nome do novo ocupante do Executivo, atualmente comandado pelo vice-presidente Silvano Rodrigues, o Vaninho.

Orçamento de Nova Iguaçu para 2022 será de R$ 1,6 bilhão

LDO foi aprovada nesta terça-feira pela Câmara de Vereadores

O presidente da Câmara, Eduardo Reina apresentou duas emendas ao orçamento, propostas feitas em conjunto com o vereador Marcio Guerreiro - Foto: Divulgação/CMNI A Lei de Diretrizes Orçamentárias, que prevê a receita e fixa as despesas da Prefeitura de Nova Iguaçu para o exercício de 2022 foi aprovada nesta terça-feira (23) pela Câmara de Vereadores. O orçamento do Poder Executivo está estimado em R$ 1,6 bilhão, com os maiores volumes de receita destinados às secretarias de Saúde e de Educação.

“Dono” da Saúde de Nova Iguaçu, deputado que queria ser ministro poderá ser o adversário de amanhã do governo que o alimenta

● Elizeu Pires

Manoel Barreto (esquerda) foi exonerado da Secretaria de Saúde para dar lugar a um secretário indicado por Luiz, mas o que dizem hoje é que o setor funcionava melhor antes  Visto como um político que gosta de mandar na casa dos outros, e também chamado por colegas de parlamento de "olho grande", o deputado federal Luiz Antonio Teixeira Junior, mais conhecido como Dr. Luizinho, ao que tudo indica, deverá atropelar os tramites nas eleições municipais de 2024, quando a sucessão do prefeito Rogério Lisboa estiver em jogo. Alguns dos observadores mais atentos analisam que o deputado não deverá aceitar o lançamento de outro nome que não seja o dele na eleição para prefeito.

Políticos de Itatiaia se deram bem com morosidade da Justiça em promover eleição suplementar na cidade que está entre os 30 maiores PIB per capita do Brasil

● Elizeu Pires

Quanto vale ser prefeito de uma cidade com uma das 30 maiores arrecadações per capita do Brasil? Ao que tudo indica a caneta de chefe do Executivo de Itatiaia vale ouro, tanto que ao longo dos últimos 10 anos a briga política na cidade do Sul Fluminense tem sido marcada por batalhas judiciais que renderam algumas "liminares milagrosas" favoráveis aos grupos políticos detentores do poder, enquanto as eleições democráticas, direito previsto pela Constituição, pareciam ficar em segundo plano no pequeno município de aproximadamente 30 mil habitantes e sua receita de R$ 350 milhões anuais.

Decisão do STF joga por terra todas as tentativas do grupo de Dudu Guedes para evitar eleição suplementar em Itatiaia

● Elizeu Pires

A "malandragem" do ex-prefeito de Itatiaia, Eduardo Guedes, o Dudu – que mesmo impugnado em dois processos diferentes já transitados em julgado jogou pesado para impedir a realização de uma eleição suplementar na cidade – , pode até ter ajudado seus aliados no governo interino encabeçado pelo vereador Silvano Rodrigues, o Vaninho, que ganhou mais tempo para se preparar para disputar o pleito, mas borrou a ficha do político, deixando-o mal junto à população, o que pode ter contribuído para congelar sua carreira política.