Pandemia causa prejuízo de 9,5 bi ao transporte coletivo urbano

Queda do número de passageiros causa 61.436 demissões no ano passado, além de redução e paralisações do serviço

O forte impacto das medidas de isolamento social para conter a propagação da Covid-19 persiste no transporte coletivo urbano de todo o país. A redução do número de passageiros e outros indicadores negativos resultaram em R﹩ 9,5 bilhões de prejuízos acumulados pelas empresas de ônibus urbano no período de 16 de março a 31 de dezembro de 2020. O montante supera em R﹩ 700 milhões as estimativas iniciais do setor, indicando uma frustração das expectativas quanto à recuperação econômica do segmento de transporte público ao longo do ano passado.

Firjan apresenta nesta quinta-feira proposta de parceria público-privada para elevar o nível de segurança no Arco Metropolitano

O sistema de iluminação da via foi danificado com o roubo de placas solares e baterias A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) apresentará o projeto Arco Seguro amanhã (28), às 9h30, no Teatro Firjan Sesi, no Centro do Rio. O evento contará com a presença do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado André Ceciliano (PT); do governador em exercício, Cláudio Castro, e do secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Rogério Figueiredo. O projeto consiste na construção de uma parceria público-privada com o objetivo de elevar o nível de segurança na circulação de cargas e pessoas no Arco Metropolitano do Rio.

O Arco Metropolitano, oficialmente conhecido como Rodovia Raphael de Almeida Magalhães, segue um percurso formado por partes das BR-493 e BR-116. A rodovia é uma importante ligação econômica da Região Metropolitana do Rio, interligando a BR-101 norte com a BR-101 sul, entre os municípios de Itaguaí e Itaboraí.

Sindicato dos servidores de Magé declara “estado de greve” contra atraso do 13º e Prefeitura não se manifesta sobre pagamento

Elizeu Pires

Ainda sem um aceno do prefeito Renato Cozzolino Harb em relação ao pagamento do décimo terceiro salário, o Sindicato dos Servidores Municipais de Magé (Sisma), declarou estado de greve, situação que deverá permanecer, segundo comunicado da entidade, até o dia em que o prefeito receber uma comissão de funcionários para apresentar uma proposta de pagamento.

Ministério Público está de olho nos fura-filas da vacinação contra covid-19: Reclamações são muitas e vão da Baixada ao interior do estado

Elizeu Pires

Ecoa pela Baixada Fluminense informação de que vereadores estariam pressionando pela liberação para eles de doses da vacina contra covid-19. Sem citar nomes, gente do setor de saúde, revelavam que parlamentares de pelo menos duas cidades teriam tentando usar a condição de "representantes do povo" para obter o privilégio. De municípios de outras regiões as queixas dão conta de que profissionais de saúde de fora da frente de combate à doença também teriam sido imunizados, além de secretários e assessores, o que vem sendo negado pelas prefeituras. Porém, a chamada furada de fila entrou no radar do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas: Pagamento será amanhã para quem fez contestação

O governo federal vai pagar, na próxima quinta-feira (28), mais de R$ 248 milhões de auxílio emergencial para 196 mil pessoas. A portaria do Ministério da Cidadania foi publicada ontem (26) no Diário Oficial da União, após análise das contestações e revisões decorrentes de atualizações de dados governamentais. O grupo de beneficiários inclui cerca de 191 mil pessoas que contestaram a suspensão do benefício no site da Dataprev, entre 7 e 16 de novembro e entre 13 e 31 de dezembro de 2020, além de 5 mil pessoas que tiveram os pagamentos reavaliados em janeiro de 2021. Elas receberão de uma só vez todas as parcelas a que têm direito.

De acordo com o ministério, entre as 196 mil pessoas, há 8,3 mil que receberão a segunda, a terceira, a quarta e a quinta parcelas do auxílio emergencial. Outras 40,9 mil pessoas receberão as três últimas parcelas. Uma terceira faixa, de quase 68,1 mil cidadãos, receberá a quarta e a quinta parcelas. Por último, 78,3 mil vão embolsar somente a quinta parcela.

Novo presidente quer comprar a sede da Câmara de Nova Iguaçu: O primeiro passo é negociar a dívida acumulada com aluguel atrasado

Elizeu Pires

Ré em uma ação judicial de cobrança e outra de despejo, a Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu poderá vir a ser dona do imóvel alugado em 2009. Pelo menos essa é a intenção do atual presidente da Casa, o vereador Eduardo Reina Gomes de Oliveira, o Dudu Reina (PDT). "Esse problema se arrasta há muitos anos. Inclusive uma ação ajuizada pelo Ministério Público fez baixar o valor do aluguel contratado. Nosso corpo jurídico está buscando uma saída para a gente chamar a empresária dona do prédio para ver como negociar os valores devidos e como a gente faz para comprá-lo", disse Dudu.

MPF denuncia invasor de área federal por desmatamento em Caxias

Invasão ocorreu em área da UFRJ e do Inmetro

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou invasor de área federal por desmatar floresta em terras de domínio público, sem autorização do órgão competente, bem como invadir terras da União (artigo 20 da Lei 4.947 e artigo 50-A da Lei 9.605). As áreas ocupadas pertencem à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), localizadas no Distrito de Xerém, em Duque de Caxias (RJ).

Ex-prefeito de Magé diz que deixou dinheiro em caixa, mas o atual não mostra os números anteriores nem os seus no Portal da Transparência

Elizeu Pires

As transferências constitucionais registradas em 2020 pelo Tesouro da União para Magé somaram R$ 162,7 milhões, fora os recursos da Saúde e valores de emendas Há 25 dias no cargo o prefeito de Magé, Renato Cozzolino Harb tem gasto boa parte do tempo na desconstrução do governo do ex-prefeito Rafael Santos de Souza, o Tubarão. Deve até ter dados suficientes para provocar um verdadeiro estrago na reputação de Rafael. Porém, gente que conhece a situação financeira do município afirma que ele não poderá dizer, por exemplo, que encontrou o caixa zerado.

Pesquisa do Datafolha mostra que para 46% dos brasileiros João Doria fez mais contra a pandemia que Bolsonaro

Pesquisa realizada pelo Datafolha mostra que para 46% dos brasileiros, o governador João Doria (PSDB-SP) fez mais contra a pandemia de covid-19 do que o presidente da República, Jair Bolsonaro. Já 28% apontam Bolsonaro como o mais empenhado entre os dois. Os números foram aferidos em pesquisa nacional realizada nos dias 20 e 21 de janeiro. Foram ouvidas 2.030 pessoas, e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

O número de pessoas que disseram não saber responder somam 13% do total, enquanto 11% disseram que nenhum deles o fez e 2% que ambos combateram a crise. O resultado vem depois que Doria anunciou o início da campanha de vacinação no Estado de São Paulo, utilizando a vacina de origem chinesa Coronavac.

Voos para cidades da Costa Verde e Região dos Lagos serão mantidos

Decisão foi tomada em reunião entre governador e prefeitos

O governador Claudio Castro se reuniu com prefeitos e diretor da empresa - Foto: Divulgação O Governo do Estado acertou com a Azul Conecta, subsidiária da Azul Linhas Aéreas, a permanência dos voos comerciais regulares de verão com destino à Costa Verde e à Região dos Lagos, cuja interrupção estava prevista para o dia 31 de janeiro. A manutenção dos voos do aeroporto Santos Dumont para Angra dos Reis, Armação de Búzios e Paraty foi assegurada em reunião no Palácio Guanabara com a presença do presidente da empresa sub-regional, Flávio Costa. “Conseguimos chegar a um bom termo para que os voos continuem durante o ano inteiro. Isso será muito importante para as duas regiões. É um incentivo importante para o turismo. Esta é, certamente, mais uma grande vitória para o nosso estado”, afirmou o governador em exercício, Claudio Castro.