Descartadas mais quatro suspeitas de coronavírus em Magé

Outros 16 casos suspeitos estão na dependência dos resultados testes

A Prefeitura de Magé, através da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou agora há pouco mais um boletim epidemiológico. A informação oficial é de que "mais quatro resultados foram negativos para coronavírus” e que até o momento “existem 16 casos suspeitos, seis descartados e nenhum confirmado".

Japeri trata mal quem trabalha: servidores da rede de ensino cobram aprovação do plano de cargos e salários

Com salários congelados há cinco anos, os servidores da rede municipal de ensino querem saber quando o prefeito Cesar Melo vai enviar para ser votado na Câmara de Vereadores o Plano de Carreira Unificado da Educação, que está pronto desde o ano passado, dependendo apenas da vontade do governante em encaminhar o projeto a Poder Legislativo, que já votou e aprovou os planos de outros setores da administração municipal.

Em junho do ano passado, por exemplo, o prefeito encaminhou à Câmara um projeto de lei em benefício de um seleto grupo de 14 servidores, prevendo aumento salarial automático de 20% a cada cinco anos, enquanto a maioria dos cerca de dois mil servidores efetivos – trabalhadores que acumulam perdas salariais, e direitos como auxilio transporte negados sob a alegação de que a Prefeitura não tem recursos para isso – fica a ver navios.

Caxias confirma o primeiro caso de covid-19

Paciente de 23 anos trabalha numa unidade de saúde particular

A Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias confirmou no final da tarde desta segunda-feira (23), o primeiro caso de contaminação por coronavírus. Segundo a Secretaria, "trata-se de uma mulher, de 23 anos, profissional de saúde e que trabalha em hospital privado do município do Rio de Janeiro".

Macaé mantém 100% das equipes de limpeza e reforça quadros da Saúde na luta contra a proliferação do coronavírus

As barreiras estão nos principais acessos ao município Além das barreiras sanitárias instaladas nas entradas da cidade para tentar conter o avanço do coronavírus, o município de Macaé está mantendo 100% do efetivo da coleta de lixo e da limpeza urbana nas ruas, um esforço para evitar complicações com vetores  como ratos, mosquitos, e outros possíveis transmissores de doenças. A coleta vem sendo feita em todos os bairros sem diminuição do ritmo, assim como os serviços de varrição e capina, o segundo para reduzir a presença dos mosquitos.

As barreiras sanitárias começaram a funcionar nas primeiras horas desta segunda-feira (23), com agentes da Vigilância Sanitária e das secretarias de Saúde; Ordem Pública, Grupo de Apoio Operacional (GAOP) e Mobilidade Urbana. As equipes estão atuando no Parque de Tubos, Cabiúnas, RJ-168, aeroporto e na rodoviária.

Medico da Baixada Fluminense acredita que números divulgados oficialmente podem estar fora da realidade

Médicos da Baixada se queixam da falta de kits para o teste do coronavírus Em contato agora há pouco com o elizeupires.com, um médico com atuação na Baixada Fluminense afirmou que o número de pessoas contaminadas pelo coronaviru na região pode já ter passado de 20, e que a maior dificuldade de confirmação está na falta de kits de testes. "Nós não estamos tendo acesso a esse material e estamos identificando a presença do vírus através de imagem por tomografia. Nos casos em que constatamos uma fibrose na parênquima pulmonar, patognomônico de Convi-19, prontamente adotamos o procedimento com o respirador para evitar o pior", explica.

Outros profissionais lotados em unidades de saúde da região também apostam que os números divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde estejam fora da realidade, e defendem uma ampla distribuição de kits de teste para facilitar o trabalho das equipes.

Baixada tem apenas um caso confirmado de coronavirus, apontam os registros da Secretaria Estadual de Saúde

Formada pelos municípios de Itaguaí, Paracambi, Seropédica, Japeri, Queimados, Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis, Belford Roxo, São João de Meriti, Duque de Caxias, Magé e Guapimirim, com um universo de cerca de quatro milhões de habitantes, a Baixada Fluminense, região mais carente do estado do Rio de Janeiro, registrou até agora apenas um caso de contaminação pelo coronavírus. De acordo com o último boletim oficial – divulgado ontem (22), são 186 casos confirmados no estado, com três óbitos e dez mortes ainda sob investigação.

Pelos dados divulgados  pela Secretaria Estadual de Saúde os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira: Rio de Janeiro – 168, Niterói – 10, Petrópolis – 3, Barra Mansa – 1, Guapimirim – 1, Miguel Pereira – 1 e dois vindos do exterior.

Magé prepara unidade de referência contra o coronavírus

Centro administrativo de Santo Aleixo vai funcionar como extensão da Policlínica local

A Secretaria Municipal de Saúde diz que a escolha da unidade de Santo Aleixo foi estratégica O prédio em que funciona o centro administrativo de Santo Aleixo está passando por obras de adaptação para funcionar como extensão da Policlínica local, que será a unidade de referencia tanto para os casos sob suspeita de contaminação pelo coronavírus como para os confirmados. Até ontem (22), segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, nenhum dos 18 suspeitos havia testado positivo para o Covid-19.

Silva Jardim: prefeito interino não pagou nenhuma parcela e dívida com a previdência dos servidores vira bola de neve

Jaime vem deixando a dívida aumentar No cargo desde outubro do ano passado, o prefeito interino Jaime Figueiredo (foto), não pagou uma parcela sequer de um acordo firmado em janeiro de 2017 para quitar – em 60 meses – uma dívida de R$ 2.838.302,15 da Prefeitura com o instituto de previdência municipal, o IPSJ. Ao todo, revela o Sistema de Informações dos Regimes Públicos de Previdência Social (CADPREV), tem 11 parcelas em atraso, uma soma de quase R$ 700 mil, o que pode ser constado aqui.

Jaime assumiu o governo dia 28 de outubro de 2019, encontrando seis parcelas em atraso. Ele sucedeu a prefeita Maria Dalva Nascimento, a Cilene, que fez o último pagamento no dia 4 de abril. Além do não cumprimento do acordo – o que os servidores só ficam sabendo se buscarem informações no CADPREV, uma vez que os sites oficiais da Prefeitura e do IPSJ não mantém dados atualizados -, há informações de que os repasses da alíquota patronal e dos descontos nos contracheques também não estariam em dia.

Justiça manda prefeito de Paty do Alferes liberar profissionais de ensino

Mesmo com aulas suspensas professores tinham de comparecer às escolas

O prefeito Eurico Neto optou por proteger os alunos, mas esqueceu os profissionais de ensino A juíza Ana Carolina Gantois Cardoso, do plantão judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou que  Secretaria de Educação de Paty do Alferes, cidade do interior fluminense, libere os profissionais de ensino da obrigação de comparecerem às escolas, apesar de as aulas terem sido suspensas por 15 dias em decreto do prefeito Eurico Pinheiro Bernardes Neto, que, o entanto decidiu que os profissionais continuassem indo às  unidades nas quais  estão lotados.

Magé se isola para combater o coronavírus

Comércio fechado e barreiras sanitárias estão entre as medidas

Em Piabetá os pontos de bloqueio foram montado logo de manha pelo administrador da região, Miguelangelo Pelegrini Desde o primeiro minuto deste domingo (22) só entra nos limites do município de Magé carros com placas da cidade ou de moradores. O comércio está fechado, com exceção para supermercados, padarias, farmácias e pet shops. Barreiras sanitárias foram montadas nas entradas para controlar o acesso. As medidas valem por 15 dias.