Ministério da Saúde amplia investimento para Atenção Primária no RJ

A medida visa fortalecer o atendimento nas UBSs no estado

O atendimento nas Unidades Básicas de Saúde do Rio de Janeiro será ampliado e fortalecido com a nova forma de financiamento, a retomada das equipes multiprofissionais e o aumento dos repasses. Para isso, o Ministério da Saúde vai destinar mais de R$ 2 bilhões ao estado, representando um aumento de 32,6% em relação ao valor executado em 2023, que foi de R$ 1,6 bilhão. Esse acréscimo faz parte de uma iniciativa nacional e corresponde a um aumento de 28% em comparação com o ano anterior, resultando em um repasse total previsto de R$ 35 bilhões para este ano, em comparação com os R$ 27,3 bilhões executados em 2023.

Prefeitura de Nilópolis esconde contratos de organização social investigada pela Controladoria Geral da União

● Elizeu Pires

A OS sob investigação administra a UPA do bairro Cabuís - Foto: Reprodução Alvo de investigação da Controladoria Geral da União (CGU), sob a suspeita de usar funcionários fantasmas para desviar dinheiro público, a organização social Instituto Brasileiro de Gestão (Ibrag), tem dois contratos com o Fundo Municipal de Saúde de Nilópolis, mas nenhum deles é encontrado no que a gestão do prefeito Abraão David Neto, o Abraãozinho David (PL), tem coragem de chamar de Portal da Transparência, embora o sistema da Prefeitura registram pagamentos em favor dessa dita instituição sem fins lucrativos que somam cerca de R$ 22 milhões.

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Serão renegociadas dívidas não pagas até 23 de janeiro deste ano

A versão do Desenrola para as micro e pequenas empresas é um dos quatro eixos do Programa Acredita, que pretende ampliar o acesso ao crédito e estimular a economia – Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil A partir desta segunda-feira (13), os bancos começam a oferecer uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e pequenas empresas que faturem até R$ 4,8 milhões anuais. Serão renegociadas dívidas não pagas até 23 de janeiro de 2024. Essa renegociação é importante para o pequeno empreendedor e o empreendedor individual possam obter recursos para manter as suas atividades.

Rio Grande do Sul tem previsão de mais chuva forte no domingo

Cemaden vê risco alto de alagamentos e deslizamentos

O alerta vale para as mesorregiões Noroeste, Centro-Ocidental, Nordeste, Sudeste e Sudoeste Rio-Grandense e Metropolitana de Porto Alegre – Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini Um bloqueio atmosférico causado por uma frente estacionária vai continuar provocando instabilidade no tempo do Rio Grande do Sul com volumes de 30 a 50 milímetros (mm) de chuva, pelo menos até quarta-feira (15), quando está prevista a entrada de uma massa polar. A informação é do meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Glauco Freitas.

RS: Suspeitas de leptospirose devem receber tratamento imediato

Ministério da Saúde recomenda tratar antes da confirmação laboratorial

Foto: Amanda Perobelli Casos suspeitos de leptospirose no Rio Grande do Sul devem iniciar o tratamento contra a doença imediatamente, sem a necessidade de confirmação laboratorial. A orientação é do Ministério da Saúde em razão do risco aumentado provocado pelas enchentes no estado. “Profissionais de saúde devem estar atentos a isso”, alertou a pasta, ao recomendar “notificação mais sensível” de casos suspeitos na região.

Entidades médicas recomendam vacinação de vítimas e socorristas no RS

Doenças infecciosas de transmissão hídrica estão entre as preocupações

A Sociedade Brasileira de Imunizações, a Sociedade Brasileira de Infectologia e a Sociedade Gaúcha de Infectologia divulgaram neste sábado (11) uma nota técnica recomendando a vacinação de vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul e das equipes que trabalham nas operações de busca e salvamento em todo o estado.

Nova Iguaçu: Hospital Iguassú comemora o Dia das Mães com ensaios fotográficos para pacientes

Pela segunda vez, o Hospital Iguassú Maternidade Mariana Bulhões fez parte da história da família Amanda Barros Santana Lins. No último dia 7, ela  deu à luz ao pequeno Brian, seu primeiro filho, 19 anos após ter nascido na mesma unidade de saúde. Para registrar esse momento, Amanda e outras pacientes, além de seus bebês, participaram, sexta-feira (10), de ensaios fotográficos, promovidos pela instituição, em comemoração ao Dia das Mães, no próximo domingo, (12).

“Esse dia trouxe muita alegria para mim. Fiquei imensamente feliz com toda a atenção e estou ainda mais contente de saber que meu filho nasceu no mesmo hospital que eu. Estou ansiosa para ver as fotos e publicá-las nas redes sociais”, conta Amanda.

Papa Francisco se solidariza em ligação a arcebispo de Porto Alegre

Foto: Vatican Media/Divulgação O arcebispo de Porto Alegre (RS) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Jaime Spengler, recebeu, neste sábado (11) uma ligação do papa Francisco, às 11h37. Em áudio encaminhado à assessoria de Comunicação da CNBB, dom Jaime disse emocionado que foi surpreendido com a ligação do pontífice.

Segundo o presidente da CNBB, o papa queria se solidarizar com a população do Rio Grande do Sul pela tragédia que enfrenta e disse palavras de conforto ao povo do Rio Grande do Sul. “Manifesto minha solidariedade em favor de todos que estão sofrendo esta catástrofe. Estou próximo a vocês e rezo por vocês”, afirmou Francisco ao telefone, conforme nota da CNBB.

Bolsa Família garantido: averiguação e revisão cadastral ficam suspensos até dezembro no Rio Grande do Sul

O governo federal suspendeu todas as ações de averiguação e revisão cadastral do Bolsa Família no Rio Grande do Sul até dezembro de 2024. A medida tem como foco garantir que a vulnerabilidade das famílias não seja ampliada. A ideia é garantir que não haja interrupção do pagamento dos benefícios com bloqueios e cancelamentos que fazem parte do trabalho habitual de fiscalização do Cadastro Único de programas sociais. No estado, mais de 252 mil famílias haviam sido convocadas a regularizar os cadastros, mas a partir de agora estão preservadas dessa ação até o fim do ano e seguirão recebendo o benefício normalmente.

 Além disso, as famílias que teriam pagamentos interrompidos a partir de maio, em razão de não regularização cadastral dentro dos prazos e procedimentos estabelecidos por esses processos, terão os pagamentos retomados para que sigam recebendo o Bolsa Família.