Professores continuam sem salário em Itaboraí

Falta de quorum impede aprovação de recurso extra

Os profissionais de ensino da rede municipal de Itaboraí continuam sofrendo com atraso no pagamento dos salários, mesmo integrando a única categoria de servidores públicos com recurso financeiro garantido através de repasses mensais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. O prefeito Helil Cardoso (foto) alega que precisa de aprovação da Câmara para usar uma verba extra para pagar os vencimentos dos professores, o que seria votado na sessão da última quarta-feira, que não aconteceu por falta de quorum. Se as coisas estão ruins para os professores que contam com o dinheiro do Fundeb, imaginem para as demais categorias. Em alguns setores tem servidores que ainda não receberam o salário de setembro. Estes, quando reclamam, ouvem sempre a mesma resposta: “É a crise!”

 

Comentários:

  1. Falta merenda nas escolas de Itaborai há meses, há uma alta rotatividade de professores contratados e profissionais de apoio que ficam pouquíssimo tempo, por não receberem em dia. A maioria dos vereadores não se reelegeram por terem apoiado o prefeito Helil
    cardozo. Estive na Câmara de vereadores , o presidente do Câmara chegou com quase duas horas de atraso, senti da parte dos vereadores um grande desinteresse.

  2. Uma safadeza tamanha. Professores sem salário de novembro.sera q o décimo integral estará na conta até dia 20? E fim do mês o pg de dezembro? As contas não esperammm

  3. Corrupto!
    Famílias tristes pois irão passar o Natal sem o pagamento e o 13°.
    Será que as contas deles estão atrasadas?! Qual presente ele dará para a neta dele dessa vez?!?!?
    Não consigo ver “HOMEM de coragem” em nenhuma das atitudes dele!

Deixe uma resposta para Flávia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.