Magé não terá carnaval este ano

Prefeito cancela festejos motivado por crise financeira e questão de segurança

A Prefeitura de Magé não vai promover este ano nenhum evento para festejar o carnaval. A decisão – motivada pela crise financeira e falta de garantia de segurança para a população – foi anunciada na tarde desta quarta-feira pelo prefeito Rafael Santos de Souza, o Rafael Tubarão. De acordo com o prefeito, a prioridade é manter em dia o salário do funcionalismo e assegurar serviços essenciais como saúde, educação e limpeza urbana, dentro da realidade do município, que embora não tenha decretado estado de calamidade financeira, vem arrecadando 40% menos desde o segundo semestre do ano passado. “Espero que a população compreenda o momento que estamos vivendo. Sem da importância que o carnaval para os mageenses, mas a realidade atual não nos permite gastar com este evento”, disse o prefeito.

 

Comentários:

  1. Parabéns! Iniciativa sensata!

    Podem dizer que sou ruim da cabeça e/ou doente do pé, mas não consigo entender a alegria de alguns e ter alegria com o carnaval estando as coisas como estão.

    Meu voto em Tubarão já valeu.

    Bora trabalhar!

  2. Bom dia,
    Está é uma excelente iniciativa, agora bota na ponta do lápis os valores gastos no show de Vitor e Léo que foi antes da eleição que vai se verificar que foi gasto muito mais do que se gastaria para fazer o carnaval, vejam no bio !

  3. O carnaval gera renda sim, mas não numa cidade como Magé está no momento.
    Nossa cidade tem tradição carnavalesca , mas nos últimos anos estamos acompanhando a derrocada desse importante movimento cultural.
    Não me refiro a brigas, baderna e exageros que são tão comuns hoje. Mas aos saudosos blocos, matinês e bailes do passado onde as pessoas podiam ir sem medo, onde os amigos, os vizinhos e crianças podiam curtir sem risco.
    É possível o carnaval mageense voltar aos bons tempos, mas para que isso ocorra é necessário organização. Uma boa infraestrutura com bares, restaurantes , hotéis e pousadas.
    Trilhas e caminhadas ecológicas para os mais aventureiros que querem curtir algo diferente no feriado, despoluir rios e cachoeiras, organizar acesso a reservas ambientais.

  4. [quote name=”Anônimo”]Gostaria de saber a opinião do Guto, o antropólogo e expert em turismo e trânsito a respeito deste assunto.[/quote]

    Ai está minha opinião. Medida acertada. Carnaval em Magé só gera despesa. O poder público só deve o investir em carnaval nas cidades turísticas. Quem sai de sua cidade para ir a Magé passar o carnaval?

  5. [quote name=”Guto”][quote name=”Anônimo”]Gostaria de saber a opinião do Guto, o antropólogo e expert em turismo e trânsito a respeito deste assunto.[/quote]

    Ai está minha opinião. Medida acertada. Carnaval em Magé só gera despesa. O poder público só deve o investir em carnaval nas cidades turísticas. Quem sai de sua cidade para ir a Magé passar o carnaval?[/quote]
    Magé é sim uma cidade turística, só não se organizou para aproveitar este potencial, temos belezas naturais, igrejas centenárias, patrimônio histórico, reservas ambientais.
    Cidades com beleza e história muito inferiores a nossa recebem muito mais turistas justamente devido a organização de seus gestores.
    Ninguém quer visitar cachoeiras e rios com esgoto, rios poluídos, locais históricos sem identificação ou iluminação, não ter onde se hospedar, não ter opções gastronômicas variadas.

  6. Ao Guto o antropólogo e expert em turismo e em trânsito e ao Homem Justo.

    Muita gente já saiu de sua cidade par passar o carnaval em Magé em outros tempos. Tempos dos Bailes do Hawai, do Haiti e do Andorinhas, dos blocos e dos desfiles do Canal e da Flor de Magé. Tempos estes que, infelizmente, acho que não irei viver para ver outra vez.

    Face a insegurança que temos instalada hoje na cidade, não vejo como Magé ter um viés turístico tão cedo.

    Um carnaval de paz a todos.

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.