Serviço caro e ruim: Empresa contratada sem licitação para cuidar da iluminação pública em Nova Iguaçu vem deixando a desejar

O mal serviço prestado pela empresa contratada sem licitação é “democrático”: não escolhe rua – Foto enviada por morador

Contratada emergencialmente para fazer a manutenção do sistema de iluminação pública de Nova Iguaçu, a empresa Vision Inteligência e Participações está deixando muito a desejar. O serviço prestado é apontado como ruim em vários bairros, principalmente em relação à qualidade das lâmpadas empregadas, que queimam com facilidade, deixando as ruas às escuras por vários dias, já que demora-se muito para fazer a substituição.

É o caso, por exemplo da Travessa Soares, no centro da cidade, onde os moradores vem reclamando há pelo menos 15 dias, sem receberem a devida atenção da Secretaria de Serviços Públicos, responsável pela fiscalização do contrato de número 008/202, firmado com a Vision em 20 de março, com validade de seis meses e valor global R$ 5.463.528,44, o equivalente a R$ 910.588,07 por cada mês de serviço prestado.

Ao todo, apesar do serviço prestado ser classificado como muito ruim pelos moradores da cidade, a Vision Inteligência e Participações já recebeu R$ 2.482.269,85 dos cofres da administração municipal.

Se a coisa chegou a este ponto no centro da cidade, o que dirá nos bairros mais distantes. “Não sou especialista, mas as lâmpadas me parecem de péssima qualidade. Aqui onde moro não chegam a durar nem 15 dias”, diz um morador da Rua Dr. Mário Guimarães, que nem mesmo pelo fato de ser a via em que o prefeito Rogério Lisboa reside recebe um atendimento melhor.

*O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Nova Iguaçu

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.