Mesquita: sem leito próprio para covid-19, número de mortos sob para 33 em 189 casos confirmados, e índice de letalidade chega a 17,46%

Segundo a Prefeitura, o polo já prestou 5.700 atendimentos

De acordo números divulgados pela Prefeitura, até a última terça-feira (5) o polo de atendimento exclusivo à covid-19 instalado pela Secretaria Municipal de Saúde para “desafogar as emergências e os hospitais com casos que possam ser leves ou mesmo que nem tenham um diagnóstico clínico da doença” – havia registrado 5.700 atendimentos. Segundo a Prefeitura, os moradores que estão com sintomas leves da doença “ficam em contato telefônico com a equipe de Vigilância Epidemiológica”, que se encarrega de visitar as famílias. Já os casos que mais graves são atendidos na UPA, pois o entendimento de UTI “é dever do estado”.

Enquanto lideranças locais cobram mais condições de atendimento, os números de mortos vão subindo, elevando o índice de letalidade, que na noite desta sexta-feira está em 17,46%, com base em cálculo feito sobre os 189 casos confirmados de covid-19, informado pela Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o painel do órgão são 33 óbitos e 2.675 casos suspeitos.

Em comparação com as cidades maiores Mesquita tem o maior índice de mortalidade por contaminação do novo coronavírus. Duque de Caxias, por exemplo, tem 685 casos confirmados e 96 mortos, uma letalidade de 14,1%. Depois vem Nova Iguaçu, com 574 contaminações comprovadas e 60 mortos (10,45%), São João de Meriti com 306 casos e 27 mortos (8,82%), e Belford Roxo, que registra até o momento 267 casos e 23 mortes (8,61%).

O espaço está aberto para manifestação da Prefeitura de Mesquita.

Matéria relacionada:

Com menos casos de covid-19 confirmados, Mesquita registra índice de letalidade maior que o verificado em Belford Roxo

Comentários:

    1. A UPA de Mesquita é UPA de porte 2, teria que ter no minimo 11 leitos.Para abrangência de até 200 mil habitantes, Mesquita está próximo aos 180 mil,Correto ???
      Essa unidade que é de competência do governo do estado, não funciona como deveria ???
      Uma UPA desse porte atenderia o município, desde de que funcionasse como deveria…

  1. Sr.Prefeito,sei que o problema da Saúde é mundial,porém cada município está município está buscando soluções para evitar q

  2. Sr. Prefeito sei que o problema da Saúde é mundial, mas peço que olhe pelas nossas vidas como se fosse a sua própria.Tome as devidas providências e abra um hospital 24 com atendimento aos munícipes de qualidade e coloque fiscalização na Cidade,evitando a proliferação.Pois da forma que está não vai sobrar vidas em Mesquita.

Deixe uma resposta para marciopereira078@gmail.com Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.