Vereador quer a previdência dos servidores de Mendes inserida em programa de gestão eficaz do Ministério da Fazenda

Mal das pernas financeiramente falando, apresentando um déficit de R$ 408 milhões, o Fundo de Previdência e Pensões dos Servidores Públicos Municipais de Mendes (Previ-Mendes), poderia ter um futuro melhor se estivesse inserido no Pro-Gestão, um programa do governo federal voltado para dar excelência administrativa e institucional aos órgãos de previdência própria do funcionalismo público.

É com essa visão que o vereador Luiz Antonio Rebelo, com apoio de alguns dos seus pares, enviou um requerimento ao prefeito Rogério Riente, no sentido de que seja autorizado o ingresso do órgão no programa.

O Previ-Mendes está com o Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP) vencido desde o dia 18 de abril de 2016 por conta de dívidas da administração municipal com o Fundo, mas a falta de transparência impede que se saiba da real financeira da instituição e qual o valor real da dívida da Prefeitura para com o órgão.

O Pro-Gestão é desenvolvido com quatro níveis de certificação que atestam a qualidade da gestão previdenciária e não trás custos, pois é oferecido gratuitamente pelo Ministério da Fazenda , através da Secretaria Nacional de Previdência.

Para o vereador, o prefeito precisa dar sinal que pretende realinhar a previdência no caminho do crescimento com ações que integram os processos de trabalho, com maior transparência,  e que garantam sobretudo o alcance das três metas do Pro-Gestão: Controle Interno – Governança Corporativa e Educação Previdenciária.

Comentários:

  1. Boa noite! Não vejo a hora de normalizar este fundo para que tenhamos a garantia do nosso salário em dia no futuro. Hoje mesmo lembramos a presidente do Previ Mendes, a importância de ser ter logo os cálculos do total da dívida, para nossa próxima reunião do conselho com o prefeito e o jurídico para resolver está pendência.

Deixe uma resposta para Vera Lucia Ribeiro Luz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.