Renúncias esquisitas dão mandato a irmão do prefeito em Caxias

Junior Reis fica com a cadeira de Celso da Alba, que estava com o suplente Gilberto Silva

Celso e Gilberto renunciaram no mesmo dia, garantindo a cadeira para Junior Reis

Primeiro suplente do hoje MDB, Divair Alves de Oliveira Júnior, mais conhecido lá pelas bandas de Duque de Caxias como Junior Reis, agora tem um mandato para chamar de seu. Isto ocorre não pela morte de algum membro da Câmara Municipal, mas por conta de duas renúncias feitas em um mesmo dia e que estão sendo vistas pela ótica da suspeita de terem ocorridas por interferência do prefeito Washington Reis, irmão do beneficiado.

O vereador licenciado Celso Luis Pereira do Nascimento, o Celso da Alba, comunicou que a Mesa Diretora da Câmara que a partir do dia 1º de abril estaria reassumindo na Casa, mas de imediato comunicou também renúncia ao mandato, que, no caso, ficaria com o veterano Gilberto Silva, primeiro suplente da coligação PMDB/PPS, que, na mesma sessão plenária também renunciou sua condição, deixando a vaga para Junior Reis, até então segundo suplente.

Eleito com 4.381 votos, Celso foi nomeado em 2017 para comandar a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, abrindo vaga para o primeiro suplente Gilberto Silva, o que levou o irmão do prefeito Washington Reis a subir na escala e assumir a cadeira do vereador Ailton Abreu Nascimento, o Chiquinho Caipira, que tirou licença para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Como Chiquinho tem de deixar a pasta e voltar à Câmara para concorrer nas eleições deste ano, Junior ficaria de fora, e a dupla renúncia o salvou.

Comentários:

  1. Prezados, boa noite. Muita cara de pau e sordidez dos não representates do povo e sim de sua próprios interesses. O que está acontecendo na Prefeituras de Caxias RJ, é caso de Polícia Federal. Onde estão às autoridades, MP DPF. Isso é crime.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.