Depois da propaganda subliminar em programas da Record, Justiça manda Crivella tirar das ruas placas de propaganda de sua gestão

Três dias após a Justiça determinar que a TV Record retirasse do ar uma campanha em que pede aos espectadores dos telejornais da empresa para enviarem sugestões de reportagens por mensagens de WhatsApp para um número com final 1010 por entender trata-se de propaganda subliminar em favor de Marcelo Crivella (foto) que concorre a reeleição, o prefeito do Rio sofreu mais uma derrota: o juiz Flavio Silveira Quaresma, da 230ª Zona Eleitoral, concedeu liminar para que sejam tiradas das ruas placas de divulgação das obras de asfaltamento realizadas pela administração municipal, publicidade institucional que é proibida durante o período de campanha eleitoral.

Em ação assinada pelos advogados Marcio Alvim e Eduardo Damiam – que representam a coligação que tem Eduardo Paes como candidato a prefeito – foi pedida antecipação de tutela para que as placas publicitárias fossem retiradas das ruas, o que é vedado no três meses que antecedem o pleito em se tratando de obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos, “salvo em caso de grave e urgente necessidade pública”.

*O espaço está aberto para manifestação da defesa do prefeito Marcelo Crivella.

Comentários:

Deixe uma resposta para Marilena no Braga Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.