Ex-prefeito de Itaboraí pega oito anos de inelegibilidade

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) condenou, ontem, a oito anos de inelegibilidade o ex-prefeito de Itaboraí, Sergio Soares. Ele, que disputou a reeleição pelo PP, foi denunciado pelo Ministério Público de uso da máquina pública para fins eleitorais, pelo fato de a Prefeitura ter gasto R4 109,5 mil para editar a publicação “Itaboraí em revista”, que teve 20 páginas dedicadas à promoção das iniciativas administrativas e da imagem do então prefeito. De acordo com o juiz Fabio Uchoa Montenegro, relator do processo, “trata-se de propaganda antecipada camuflada de propaganda institucional”.

 

As eleições municipais de 2012 no município de Itaboraí foram maçadas por denúncias de compra de votos e uso da máquina administrativa. Vários processos envolvendo vereadores eleitos, suplentes e até o prefeito Helil Cardozo ainda tramitam na Justiça Eleitoral, que cassou o mandato do vereador mais votado, o peemedebista Lucas Borges, que está tentando recuperar o mandato com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde o ex-prefeito também poderá recorrer.

Matéria relacionada:

TRE mantém cassado vereador de Itaboraí

Comentários:

  1. Daqui a pouco vai ser o Prefeito de Rio das Ostras Alcebias Sabido nao Sabino.. eu creio.. ele pensa que pode td também, compra a justiça, mas a de Deus ele não compra…

Deixe uma resposta para mso Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.