Magé registra o primeiro caso de covid 19 confirmado e o total no estado é de 708, mas secretário diz que confirmações estão diminuindo

A Secretaria de Saúde de Magé confirmou nesta terça-feira o primeiro caso de contaminação pelo coronavírus no município. De acordo com a Secretaria, trata-se de um homem com idade entre 50 e 60 anos, que está em estado estável, fora de perigo e em isolamento familiar, recebendo assistência em casa. Em todo o estado do Rio de Janeiro, o número de casos confirmados saiu de 600 para 708, um crescimento de 18%. O número de mortes no estado saiu de 18 para 23, um aumento de 27%.

Apesar do aumento do número de casos de segunda-feira para goje, o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, afirmou que as medidas restritivas adotadas para combater o coronavírus no estado estão apresentando resultados. Segundo ele, houve, nos últimos dias, uma tendência para o achatamento da curva de casos, diminuindo a crescente de confirmações da Covid-19.

Sentença verdadeira condena ex-prefeito de Pádua, acusado de usar decisão judicial falsa para não pagar multa de R$ 1,3 milhão

Absolvido em agosto de 2017 pelo juízo da Vara Federal de Itaperuna, o ex-prefeito de Santo Antonio de Pádua Luiz Fernando Padilha Leite se deu mal no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que o condenou a três anos de reclusão pelo crime de uso de documento falso. Conforme o elizeupires.com já havia noticiado, no dia 26 de março de 2012, Padilha (foto) apresentou à Delegacia de Receita Federal de Santo Antonio de Pádua decisão judicial falsa da 2ª Vara Federal de Campos, que teria sido proferida em mandado de segurança para barrar um auto de infração de Imposto de Renda de Pessoa Física no valor de R$ 1.307.244,13, aplicado contra ele.

Apesar de a falsificação ter sido comprovada, Padilha foi absolvido porque o julgador entendeu que ele – que cumpriu mandato de deputado e governou o município de Santo Antonio de Pádua três vezes – "não tinha capacidade para identificar a fraude". O MPF recorreu à Vara Federal de Pádua em novembro de 2017, impetrando um embargo de declaração, que foi rejeitado pela juíza Ana Carolina Oliveira Soares, que, entretanto, recebeu, em fevereiro de 2018,  uma nova apelação do MPF e remeteu o processo ao TRF-2, que agora o julgou.

Prevenção à gripe: segundo dia de vacinação contra a influenza em São João de Meriti tem imunização tranquila

No segundo dia de vacinação contra a gripe, a Prefeitura de São João de Meriti segue imunizando pessoas a partir de 60 anos e profissionais da área de saúde. Nesta terça-feira (31) os cinco pontos de atendimento à população (lista abaixo) continuam recebendo aqueles que precisam se vacinar. Ontem mais de 6.200 doses foram aplicadas e na semana passada esse número passou de 17 mil. O prefeito da cidade, João Ferreira Neto, Dr. João, lembra que a vacinação vai até o dia 23 de maio e que até segunda-feira (30/3), três mil idosos cadastrados nos Programas Melhor em Casa e Saúde da Família já receberam as doses em suas residências. A Prefeitura de São João de Meriti, em parceria com o Governo do Estado, incluiu o posto de vistoria do Detran de Meriti como ponto de vacinação Drive Thru, onde as pessoas entram com seus carros na linha de atendimento e recebem a vacinação sem precisar descer do veículo, além de imunizar também quem chega a pé. Isso é mais uma medida de segurança para a população e os profissionais, evitando a aglomeração de pessoas neste momento de surto de coronavírus. A secretária de Saúde do município, Marcia Lucas, reforça que a vacina é contra a gripe e não contra a covid-19, isso porque ainda não existe vacina contra o novo coronavírus.

(Com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São João de Meriti)

Com dois casos confirmados, Rio das Ostras demora 20 dias para implantar Centro de Triagem para casos suspeitos de coronavírus

 "A semana começou com novidades em Rio das Ostras. Na manhã desta segunda-feira, dia 30, foi realizada a abertura do Centro de Triagem do Coronavírus, situado no Centro de Saúde Extensão do Bosque. Essa é mais uma estratégia do município de prevenção e enfrentamento ao Covid-19." Diz o primeiro parágrafo de um release encaminhado à imprensa pela Prefeitura de Rio das Ostras, destacando as ações do prefeito Marcelino Borba, que estaria de parabéns se não tivesse levado 20 dias para tomar tal providência, uma vez que não a estrutura física da unidade médica do bairro Extensão do Bosque - local escolhido - já faz parte da rede há anos, assim como os profissionais necessários.

De acordo com a Prefeitura, o Centro de Triagem vai funcionar todos os dias da semana, das 8h às 20h, com recepcionistas, técnicos em enfermagem, enfermeiros, médicos e equipe de higienização. O release informa ainda que "em caso de febre alta e dificuldade respiratória, gestantes e crianças devem procurar diretamente o Hospital Municipal e não o Centro de Triagem"”.

Emergência nada transparente preocupa tanto quanto o coronavírus em Japeri, que ainda não registrou nenhum caso

Cesar Melo pediu ajuda ao estado via vídeo conferência Uma reunião por vídeo conferência realizada ontem (30) entre o prefeito Cesar Melo e o secretário estadual de Saúde Edmar Santos, deixou muita gente com a pulga atrás da orelha em Japeri. É que num dia em que nenhuma informação pode ser acessada de forma clara no Portal da Transparência, Melo pediu ao secretário a disponibilização de 90 leitos para um hospital de campanha que ele diz estar montando numa situação de emergência para cuidar de pacientes acometidos pelo coronavírus, embora, segundo o último boletim da Secretaria Municipal de Saúde, não exista um só caso testado positivo para covid-19 no município.

Como é quase impossível ter acesso a dados que deveriam estar disponibilizados de forma clara no site oficial do município, não dá para saber, por exemplo, quanto a Prefeitura está gastando na instalação no Centro de Combate ao Coronavírus, que está sendo montado a poucos metros da Policlínica Municipal Itália Franco, muito menos quanto já foi comprado em medicamentos e materiais de consumo via emergencial.

Partido da Igreja Universal deve fazer aliança com o PSD para lançar vereador do PSL a prefeito em São João de Meriti

 "Sou pré-candidato a prefeito pelo Republicanos (antigo PRB), com um nome do PSD como vice". A afirmação é do vereador Charlles Batista da Silva (foto), da ala bolsonarista, um dos primeiros a deixar o PSL depois que o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos romperam com a legenda. Charles disputou um mandato de deputado estadual em 2018, somou 21.774 votos e ficou na primeira suplência do PSL. "Sou nome escolhido pela família Bolsonaro para concorrer em São João de Meriti", completa.

O Republicanos abriu as portas para aliados do presidente Jair Bolsonaro em esforço para tentar salvar o prefeito Marcelo Crivella que vai disputar a reeleição. O partido também já tem um nome para Nova Iguaçu, onde pretende lançar – com a benção de Jair Bolsonaro – a deputada federal Rosangela Gomes, apoio que funciona como um balde de água fria na cabeça da advogada Raquel Niedermeyer, a Raquel Stasiaki,  que vinha sendo apontada como o nome do presidente da República na cidade.

Magé poderá flexibilizar medida que fechou o comércio ainda esta semana, acena o prefeito da cidade

Rafael Tubarão se reuniu com representantes do comércio e marcou um novo encontro para a próxima quinta-feira Fechado há mais de uma semana, o comércio considerado não essencial permanecerá sem funcionar até sábado (4), segundo foi decidido nesta segunda-feira (30) pelo prefeito Rafael Santos de Souza, Rafael Tubarão, em encontro com representantes do setor, mas uma nova reunião, marcada para a próxima quinta-feira (2) acena para possível antecipação de uma flexibilidade no decreto que determinou o fechamento, como medida de prevenção ao coronavírus.

"Foi uma reunião muito importante para estarmos estudando junto com os comerciantes como, quando e de que forma nós poderemos reabrir o nosso comércio. Ficou estabelecido que vai permanecer fechado até o dia 4 de abril e na quinta-feira teremos uma nova reunião. Estamos fazendo isso com muita consciência, porque temos que colocar regras porque nosso objetivo é proteger as vidas", explicou o prefeito.

Confirmada mais uma morte por coronavírus no estado: uma mulher de 32 anos, moradora de Rio Bonito

Subiu para 18 o número de mortos pelo coronavírus no estado do Rio de Janeiro. A 18ª vítima fatal é uma mulher de 32 anos, moradora de Rio Bonito, cidade com dois casos registrados, segundo informa o boletim da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado no início da noite desta segunda-feira (30). De acordo com a nota, o número de casos confirmados passou de 600 (registrado domingo, dia 29) para 657. Na Baixada Fluminense, um enfermeiro de 35 anos - que trabalha num hospital privado em Copacabana -, na Zona Sul do Rio, é o primeiro caso de covid-19 confirmado em São João de Meriti.

Segundo o boletim, os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:  Rio de Janeiro – 553; Niterói – 47; Volta Redonda – 11; Nova Iguaçu – 7; São Gonçalo – 7; Duque de Caxias – 5; Petrópolis – 4; Itaboraí – 3; Belford Roxo – 2; Resende – 2; Rio Bonito – 2; Rio das Ostras – 2; Angra dos Reis – 1; Barra Mansa – 1; Campos dos Goytacazes – 1; Guapimirim – 1; Mangaratiba – 1; Maricá – 1; Miguel Pereira – 1; Queimados – 1; São João de Meriti – 1; Seropédica – 1; Teresópolis – 1 e Valença – 1 

MP vai investigar aumento de salários na Câmara de Japeri

Reajuste foi concedido em meio a crise sanitária causada pelo coronavirus

O Ministério Público estabeleceu prazo de dez dias para que os esclarecimentos sejam prestados A 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva (Núcleo Nova Iguaçu) instaurou um inquérito civil público para apurar o aumento dos salários dos servidores efetivos e comissionados da Câmara de Vereadores de Japeri, concedido em plena crise sanitária provocada pela propagação do coronavírus. Conforme o elizeupires.com informou na matéria Aumento de salário só para funcionários da Câmara revolta servidores de Japeri, município mais pobre da Baixada Fluminense, veiculada na última sexta-feira (27), o plenário da Casa aprovou, por unanimidade, aumento de 25% a ser pago no contracheque de abril.

Deputado é condenado a devolver aos cofres de Silva Jardim valores pagos a servidores contratados sem concurso quando ele era prefeito

O deputado estadual Wanderson Gimenes Alexandre (foto), mais conhecido como Anderson Alexandre, vai ter de devolver aos cofres da Prefeitura de Silva Jardim – cidade do interior do estado do Rio de Janeiro – os valores pagos a servidores contratados temporariamente ou nomeados em cargos comissionados para desenvolverem funções que só podem ser preenchidas através de concurso público.

Decisão neste sentido foi tomada pela juíza Daniella Correia da Silva, da Vara Única de Silva Jardim, no processo: 0001332-92.2015.8.19.0059, relativo a uma ação de improbidade administrativa movida contra o então prefeito da cidade pelo Ministério Público.