Japeri se enquadra na lei nacional do lixo

“O destino final lixo coletado diariamente no município de Japeri agora é o desejado, esperado e em acordo com a lei. O aterro sanitário usado há vários anos foi fechado, a área será recuperada e as famílias que vivem da reciclagem do material descartado agora terão segurança no trabalho, passando a atuar através de cooperativa, usando equipamentos de proteção e em condições sanitárias recomendáveis”.  A afirmação é do prefeito Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor, que está comemorando a mudança. “Essa era a minha vontade desde que assumi o governo, mas somente este mês conseguimos resgatar esse compromisso”, completa ele.

Desde o início de agosto cerca de 130 toneladas de lixo coletado em Japeri passaram a ser descartadas na Central de Tratamento de Resíduos e Energia Limpa de Nova Iguaçu, localizada no bairro Adrianópolis. O fechamento do antigo “lixão” se dá em cumprimento da Lei Federal 12.305, sancionada em agosto de 2010, instituindo a Política Nacional de Resíduos Sólidos. O próximo passo agora é o funcionamento do galpão da coleta seletiva, no bairro Mucajá, onde, com apoio do Programa Estadual de Coleta Seletiva, a cooperativa dos catadores vai operar.

Segundo a Secretaria Estadual do Ambiente, 50 lixões já foram fechados no estado do Rio de Janeiro. Ao todo 17.076 toneladas por dia são transportadas para aterros sanitários e 3,7% para aterros controlados. As informações são da Secretaria Estadual de Ambiente. “Podemos dizer que quase a totalidade dos resíduos hoje são destinados corretamente a aterros sanitários e tem três consórcios que já estão por detalhes encerrando as negociações para concluir e assim colocar em operação esses outros aterros, permitindo o fechamento dos lixões”, disse o secretário do Ambiente Carlos Portinho.

De acordo com o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), ainda faltam ser desativados 19 lixões que recebem os resíduos sólidos dos municípios de Valença, Rio das Flores, Mendes, Paulo de Frontin, Paraíba do Sul, Três Rios, Saquarema, Santo Antônio de Pádua, São José de Ubá, Cambuci, São Fidélis, Italva, Cardoso Moreira, Itaperuna, Bom Jesus de Itabapoana, Natividade, Varre-Sai, Porciúncula e Laje do Muriaé. 

Comentários:

Deixe uma resposta para Magna Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.