Magé elegeu apenas um deputado estadual

Candidato a federal mais votado teve 24.194 votos no município

Dos 172.917 eleitores aptos a votar este ano no município de Magé 33.020 deixaram de comparecer às urnas, 8.977 votaram em branco para governador e 13.118 anularam o voto. Para deputado federal foram 14.018 votos em branco e 11.035 nulos. O número de votos em branco para deputado estadual foi de 11.790 e os votos nulos somaram 10.660, volumes expressivos considerando que o município teve cinco candidatos a deputado estadual e três a federal. Dos oito o único a ser declarado eleito é o estreante Renato Cozzolino Harb, que obteve no município 21.343 sufrágios de um total de 26.697 votos. Ele foi eleito na sobra da legenda do PR, que conquistou, por enquanto, sete cadeiras na Assembleia Legislativa. Esse “por enquanto” se deve ao fato de que ainda pode haver alteração na formação das bancadas, uma vez que os candidatos Carlos Augusto Balthazar (PSL- 31.846 votos), Francisco D`ámbrósio (PSDC/PMN – 16.513) e Marcelo Ciciliano (PSDC/PMN – 18.272), além de dezenas de outros menos votados, tiveram a votação computada em separado, pois suas candidaturas dependem de recursos que deverão ser julgados ainda este mês pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), onde também será analisado se os mais de 26 mil votos conferidos em separado para o ex-prefeito de Macaé, Riverton Mussi, candidato a estadual pelo PMDB, serão validados ou não.

De todos os candidatos o mais votado em Magé foi o empresário José Augusto Nalin (PMDB). De um total de 31.281 votos ele conquistou 24.194 no município. Ricardo Correa de Barros, o Ricardo da Karol teve 28.116 votos (11.593 em Magé), ficando na oitava suplência de deputado estadual pelo PMDB, enquanto que a também novata em disputa eleitoral, Sonia Sthoffel (PRB), ficou na primeira suplência. Ela teve 15.776 votos (10.439 em Magé), seguida do ex-prefeito Rozan Gomes (9.889 votos, sendo 8.116 em Magé) e Bia Nunes, que teve em Magé 3.854 dos seus 4.332 votos.

Além de José Augusto Nalin o vereador Leonardo Franco Pereira, o Léo da Vila e o ex-vereador Zezinho Pereira também disputaram uma cadeira de deputado federal. Leonardo teve 17.030 votos (13.353 em Magé) e Zezinho 2.112 de um total de 4.003..

Comentários:

  1. O Pezão ganhando para Governador, o José Augusto Nalin, poderá ser o próximo Prefeito de Magé. Quem é amigo do Picciani é que vai entrar em Magé. Esse garoto, ZZZZZ é amigo?

    Como já falei várias aqui nesse blog, o Pezão é o melhor administrador desses todos que disputou com ele. Já provou quando Prefeito de Piraí, na inspeção do Tribunal de Contas, e foi escrito assim. “Não foram encontradas nenhuma irregularidades”. Só para lembrar, o Tribunal de Contas é da União e não do Estado. Enquanto estivermos Pezão, eles não botam a mão em Magé.

  2. O problema é o seguinte, foram muitos candidatos e a grande maioria fracos politicamente falando. A pulverização de votos acabou por derrubar a todos, menos o Renato, que se elegeu pelo sobrenome e pela militância “cega” de Piabetá e redondezas.

    Só nos resta torcer para as cassações não acontecerem mais aqui pelas nossas bandas de Magé.

    1. Pra falar uma besteira dessa tem que ser anonimo mesmo, achar que uma cidade com 170.000 eleitores e a candidata do atual prefeito computar apenas 10.439 votos, ou seja, menos de 8% e achar que está bom, é se conformar com muito pouco, isso só confirma o tamanho da rejeição do atual prefeito ‘ACORDA’.

      1. David, sou outro anônimo e por sinal, tão anônimo quanto você. Você leu e não entendeu. Meu colega de anonimato em hora alguma escreveu que estava satisfeito com a votação de quem quer que seja. Ele apenas comentou que a família Cozzolino (aqueles que não estão cassados) continua forte na política da cidade e que a candidata do prefeito obteve menos votos que o candidatos deles.

        Um pouquinho mais de educação é bom e todo mundo gosta meu caro.

        Fique com Deus.

  3. Nisso tudo da pra perceber o seguinte fato, o eleitor esta dando o troco e preferindo votar em candidatos principiantes os políticos antigos que se cuidem não da mais para ficar em vários mandatos sem fazer nada, temos vários exemplos em Magé. E aproveito para deixar um recado aos principiantes, trabalhem em prol do povo, caso queiram ser reeleitos.

Deixe uma resposta para claudio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.