Carlos Augusto poderá ficar com a segunda vaga do PSL na Alerj

Ex-prefeito de Rio das Ostras deverá ser diplomado no lugar de Átila Nunes

O deputado estadual Atila Nunes poderá estar se despedindo da Assembleia Legislativa com esse mandato. Declarado reeleito com 25.042 votos, atrás do vereador de Belford Roxo Marcio Correa, o Márcio Canela (34.495),  Átila poderá ceder a vaga ao ex-prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto Balthazar, que foi o segundo candidato mais votado pelo PSL, mas não teve os votos computados por ter disputado a eleição sub judice. Balthazar conquistou 31.846 votos e impetrou recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para fazer  valer a votação que lhe fora conferida. O recurso já recebeu parecer favorável do ministro relator e deverá ser apreciado em plenário antes da diplomação dos eleitos.

A defesa do ex-prefeito sustentou que a sentença aplicada a Carlos Augusto e que o deixaria inelegível no pleito deste ano, já teria sido cumprida, o que o deixaria livre para concorrer a qualquer cargo eletivo. O argumento foi aceito pelo ministro Gilmar Mendes, que é o relator do processo de Carlos Augusto, que só não foi julgado ainda em plenário porque o ministro Luiz Fux pediu vistas para melhor analisá-lo.

A defesa de Carlos Augusto está apostando alto numa vitória na corte suprema da Justiça Eleitoral e acredita que essa decisão saia antes da diplomação dos deputados declarados eleitos este ano. Além dos votos de Carlos Augusto existem milhares de outros sendo alvo de disputa judicial, o que poderá provocar pelo menos mais uma mudança na formação da próxima bancada da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

Matérias relacionadas:

Carlos Augusto esculacha Sabino nas urnas

Candidatos sim, mas por conta e risco próprios

Comentários:

Deixe uma resposta para Fares Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.