O que é isso, prefeito?

Miguel vai ter de explicar mais essa

Frota de Araruama está sendo abastecida desde janeiro sem contrato para fornecimento de combustível

Quem está pagando a conta e de que forma o pagamento está sendo feito? É isso que o prefeito de Araruama, Miguel Jeovani vai ter de explicar em relação ao fornecimento de combustível para a frota municipal, que está sendo abastecida no Auto Posto 151, localizado no centro da cidade, mesmo sem a homologação do resultado da licitação aberta em fevereiro para contratar o serviço. De acordo com uma fonte ligada ao governo, o abastecimento dos veículos oficiais está sendo feito sem contrato desde janeiro e o pregão realizado no dia 3 de fevereiro para escolher o fornecedor de combustíveis teve o resultado adiado. O certame teve a participação de apenas dois interessados, o Auto Posto Celeiro de São Vicente e o Auto Posto 151, tendo o primeiro concorrente apresentado a melhor proposta e o segundo – que teria a preferência do governo – desclassificado por falha na documentação.

Ainda segundo a fonte, para não declarar vencedor o Auto Posto Celeiro de São Vicente, de propriedade do empresário Sérgio Ribeiro, os membros da comissão de licitação alegaram que a proposta vencedora – embora toda a documentação estivesse em ordem – não estava assinada. Os representantes do Auto Posto Celeiro de São Vicente recorreram.

O fato de os carros da Prefeitura estarem sendo abastecidos no posto que foi desclassificado na licitação por falha na documentação, para alguns vereadores, sugere que um novo pregão deverá acontecer com o desclassificado vencendo o certame para compensar o fornecimento que está sendo feito fora do contrato. “É uma situação no mínimo suspeita. Aliás, muitas coisas estranhas tem acontecido no setor de licitações desde 2013”, afirmou um vereador.

Comentários:

Deixe uma resposta para Jessé Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.