Rio das Ostras compromete mais de R$ 5 milhões com aluguel de caminhão-pipa, mas moradores não são abastecidos

Gelson precisa esse explicar essa

Quantos caminhões pipas foram locados pela Secretaria de Serviços Públicos de Rio das Ostras através do Contrato nº 195/2014 – no valor total de R$ 5.265.064,45, assinado no dia 17 de outubro de 2014 com a empresa Top Mak Multicomercial – e onde esses veículos estão operando, uma vez que moradores de bairros periféricos reclamam que não estão sendo abastecidos com água? Esses esclarecimentos precisam ser dados pelo vice-prefeito Gelson Apicelo, titular da secretaria que contratou a empresa e é responsável pela fiscalização do serviço que, pelo contrato, deveria ser prestado por ela.

Nada claro, o extrato do contrato da Top Mak Comercial foi publicado na edição 709 do boletim oficial da Prefeitura. Diz apenas que foi gerado pelo Processo Administrativo 12280/2013 e do Pregão 010/2014 e tem como objeto “serviços de locação e operacionalização de caminhão-tanque com capacidade de 15.000 litros para efetuar abastecimento de água potável em cisternas comunitárias e em próprios municipais”. Se for apenas um veículo trata-se da locação de caminhão-pipa mais cara do mundo, valor absurdo ainda que sejam dez caminhões e se constitui, perante aos olhos dos moradores que dependem do serviço e não têm água, um desperdício de dinheiro público.

Na última sexta-feira o elizeupires.com fez vários contatos com a Secretaria de Serviços Públicos para tentar esclarecer a situação, buscando informações sobre o tamanho da frota locada para esse serviço e por que algumas comunidades não estavam sendo abastecidas, mas nenhum esclarecimento foi prestado.

Comentários:

  1. Fraude em Combustíveis, Alugueis de Caminhao Pipa, Aluguel de Casas de parentes para criaçao de creches, Super faturamento de guaravita e etccccc.

Deixe uma resposta para Cidadao Riostrense Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.