Prefeito de Seropédica é afastado por 90 dias

Alcir Martinazzo ficou em situação mais difícil agora

E grupo ligado ao prefeito de Mesquita comemora a decisão da Câmara de Vereadores

Por oito votos a Câmara de Vereadores de Seropédica afastou, pela segunda vez em 45 dias, o prefeito Alcir Martinazzo, acusado de várias irregularidades. Dessa vez a mesa diretora da Casa tomou os cuidados que faltaram na decisão do dia 10 de julho, quando, na ânsia de assumir o governo o presidente do Legislativo atropelou a legalidade e a cassação foi suspensa pela Justiça. O afastamento agora é por prazo determinado, para que, em 90 dias, os vereadores concluam as investigações e deliberem pela cassação ou não do mandato de Martinazzo. Embora o afastamento seja temporário, empresários com contratos na Prefeitura de Mesquita e o ex-prefeito de Japeri, Bruno Silva dos Santos, o Pastor Bruno, comemoraram a decisão como se tivessem conquistado uma grande vitória na tarde dessa segunda-feira. Bruno deverá ser o secretário de Governo e há informações de que os fornecedores com contratos nas áreas de saúde, educação e limpeza urbana, os mais rentáveis, deverão ser substituídos.

A decisão dessa segunda-feira foi tomada com base em denúncias de irregularidades em processos licitatórios e contratos. A anterior foi baseada em denúncia de contratação de funcionários fantasmas e apropriação indébita pelo não recolhimento das contribuições para o INSS. Hoje a Câmara votou pelo afastamento temporário para que o prefeito aguarde fora do cargo o resultado dos trabalhos de uma comissão de inquérito aberta para apurar um contrato firmado com a empresa Grill Rio Produtos Alimentícios, apesar de um processo licitatório ter sido anulado pelo Tribunal de Contas do Estado.

A partir dessa terça-feira quem estará governando o município é o vereador Wagner Vinícius de Oliveira, conhecido como Waguinho do Emiliano, que no dia 10 de julho saiu pelas ruas da cidade em triunfo até a sede da Prefeitura, de onde foi retirado uma semana depois por decisão judicial.

Comentários:

  1. Estive pesquisando e nao há previsão de afastamento de prefeito por prazo certo pela camara de vereadores somente por decisão judicial. A Câmara cassa ou não mas não suspende o exercício de mandato. Não sei ao certo mas pode dar errado novamente.

Deixe uma resposta para anonimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.