Suplente pode tomar cadeira de vereador em Casimiro de Abreu

Rafael deixou o PMDB, foi para o Rede e agora ingessou no PSB

Troca mal feita de partido complica a vida de político 

Eleito pelo PMDB em 2012, o vereador Rafael Jardim Pereira Ramos, de Casimiro de Abreu, trocou de partido duas vezes em menos de seis meses e está correndo risco de perder a cadeira para o suplente Rildo Leonardo da Silva, um ex-vereador que recorreu à Justiça para pleitear a vaga com base na infidelidade partidária especificada em lei. Marinheiro de primeira viagem, Rafael quis acompanhar os passos do seu padrinho político, o ex-prefeito Paulo Dames, e agora pode ficar sem o mandato.

Rafael Jardim resolveu deixar o PMDB porque o partido foi tirado das mãos de Paulo Dames, mas não soube trabalhar o tempo certo. Acreditava que a mudança de prazo para filiação (fixado antes em um ano) não iria ser aprovada e aproveitou uma brecha que permite que um político com mandato trocasse de legenda se a opção fosse um partido que estivesse sendo formado e filiou-se ao Rede Sustentabilidade (legenda criada pela ex-senadora Marina Silva). Porém, com a ida de seu padrinho para o PSB ele foi atrás, acabando por perder o benefício da brecha, já que o PSB é uma legenda já com vários anos de formação.

Comentários:

Deixe uma resposta para José da Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.