Educação de Japeri vai se enquadrar com recomendações do MP

As recomendações foram entregues à secretária municipal de Educação Roberta Bailune

Entre elas melhorar das condições de acessibilidade às e o preenchimento da demanda de professores

Através do Projeto MPEDUC o Ministério Público Estadual e o Ministério Público Federal (MPF) expediram dez recomendações para a Secretaria de Educação de Japeri que, segundo o prefeito Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor, serão integralmente acolhidas. Na relação estão, por exemplo, a regularização das condições de acessibilidade das escolas; preenchimento da demanda de professores da rede; regularização do acesso ao material didático e pedagógico das escolas de Japeri; efetivação do funcionamento de salas multifuncionais, com a respectiva capacitação dos professores; manutenção adequada às redes elétricas e hidráulicas; implantação de bibliotecas nas escolas; criação de um cronograma com o plano de ações do Conselho de Acompanhamento do Fundeb; divulgação de informações sobre o recebimento de recursos do PNAE ao CAE, aos partidos, sindicatos de trabalhadores e às entidades empresariais; estímulo à gestão democrática do ensino; e, por fim, irregularidades na sinalização de trânsito no entorno das escolas da rede pública.

 

As recomendações foram entregues à secretária municipal de Educação Roberta Bailune Antunes, durante reunião realizada no dia 18 de dezembro, quando também foram repassadas ao município as conclusões extraídas da análise dos relatórios respondidos pelas unidades escolares e da audiência pública realizada no início do ano passado. “Temos investido muito na melhora do ensino, principalmente na valorização dos nossos professores. Vamos continuar atuando para chegarmos ao ponto esperado e essas recomendações do Projeto MPEDUC nos ajudam bastante”, afirmou o prefeito.

Comentários:

  1. Caso seja um acompanhamento fantasioso como é feito no município de Belford Roxo, não há o que se comemorar. Escolas em estado de calamidade pública com teto caindo, infestação de pombos e ratos, falta dagua, caixas dagua sem tampa, falta de materiais pedagógicos, falta até mesmo dos diários, etc. chega no site MPEduc a escola está avaliada como perfeita que só precisa de uma pintura.

Deixe uma resposta para Roger Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.