Convocações “sigilosas” em Conceição de Macabu

Prefeitura chama aprovados em concurso, mas ninguém vê a lista dos convocados

Os candidatos aprovados no concurso público realizado no ano passado pela Prefeitura de Conceição de Macabu, no Norte Fluminense, estão se queixando de falta de transparência no tramite desse processo seletivo, que foi aperto para preencher 157 vagas em vários setores da administração. Queixam-se de que a prefeita Lídia Mercedes Oliveira Soares, a Tedi (PT), deu início às chamadas, mas que isso está sendo feito por correspondência direta aos aprovados, o que impede o acompanhamento para se saber se a ordem de classificação está sendo respeitada. Ainda essa semana uma representação deverá ser encaminhada ao Ministério Público, para que a Prefeitura respeite a legislação e divulgue o edital de convocação com a lista dos chamados até agora.

O site oficial do município está fora do ar desde janeiro e os candidatos reclamam de que não têm acesso aos atos oficiais com as decisões administrativas. Dizem ainda que quando buscam informações junto à Prefeitura não obtém respostas. O concurso ofereceu nove vagas de nível técnico, 32 de nível médio, 37 de nível fundamental e 79 de nível superior, com salários variando entre R$ 640 a R$ 3.179,00. De acordo com a legislação, as convocações podem ser feitas via telegrama ou qualquer tipo de correspondência registrada, mas isso só deve ser feito depois da emissão de um ato oficial administrativo com a divulgação da lista de convocados, prazo para apresentação com as datas fixadas e endereço do local em que o candidato terá que se apresentar.

OBS. A lista dos aprovados estão disponíveis aqui. Para conferi a basta clicar sobre as palavras em vermelho: lista 1 (demais cargos), lista 2 (portadores de deficiência física) e lista 3 (guardas municipais).

Comentários:

Deixe uma resposta para Stella Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.