Grupo de Angra dos Reis ganha força em Porto Real

Jorge Serfiotis passa de secretário de Governo a assessor especial 

Depois da faxina que realizou no final de maio, quando deu “cartão vermelho” para os super secretários Célio Gammaro (Administração e Fazenda), Mauro Pantel (Controladoria) e Luiz Tavares (Obras), a prefeita de Porto Real Maria Aparecida da Rocha, a Cida (PDT), voltou a mexer no tabuleiro do poder, mudando em algumas peças importantes do primeiro e do segundo escalão do governo. Com as novas alterações, aumentou a força do grupo originário de Angra dos Reis que chegou a Porto Real com a queda da dupla de monarcas.

O administrador Fabio Martins é o mais novo integrante do governo Cida. Formado em administração, ele ocupou o cargo de subcontrolador geral na Prefeitura de Angra dos Reis e agora substituirá o advogado André Gomes, na assessoria da Controladoria em Porto Real, cargo que André havia herdado de Luciana Carvalho que veio a substituir Mauro Pantel no comando da Controladoria.

André, por sua vez, atuou em Angra dos Reis e chegou a Porto Real com Marcus Veníssius da Silva Barbosa, outro “angrense”, que, no final de maio, assumiu o cargo de assistente da secretaria de Administração e Fazenda. Na mesma leva chegaram Pedro Luiz Barbosa substituindo Luiz Tavares na secretaria de Obras e Jorge Irineu que passou a ocupar a pasta de Administração e Fazenda no lugar de Célio. O “grupo de Angra”, que teria desembarcado em Porto Real a convite de Jorge Serfiotis, agora conta com cinco integrantes no governo: Marcus Venissius, Jorge Irineu, Pedro Luiz Barbosa, André Gomes e Fabio Martins.

Com a nova dança das cadeiras, André Gomes passa a ser assessor de assuntos especiais da secretaria de Governo, mesmo cargo do o ex-prefeito Jorge Serfiotis, que até semana passada era titular da secretaria de Governo, pasta que agora tem Marcus Venissius no comando. Não foi anunciado, entretanto, quem substituiu ou quem substituirá Venissius no cargo de assistente da Secretaria de Fazenda. Coincidentemente, o filho de Jorge Serfiotis, Adriano Serfiotis foi exonerado do cargo de Secretário de Trabalho e Renda sem que fosse anunciado se ele deixou o governo ou passou a ocupar outro cargo, uma vez que as nomeações não precisam obrigatoriamente ser publicadas em jornais. A pasta que era ocupada por Adriano agora está com advogado Eduardo Linhares, que até então era assessor especial da secretaria de Governo.

Segundo se comenta pelos corredores do Palácio 5 de novembro, a saída dos Serfiotis do primeiro escalão do governo teria como objetivo tirar o clã da comissão de frente. Com menos holofotes, Jorge Serfiotis conseguiria abafar o burburinho espalhado pelos quatro cantos da cidade de que ainda seria ele quem dita as regras do jogo na administração de Porto Real.

Comentários:

  1. Verdade Elizeu, esta patota fez uma arruaça em Angra. Eles são da corriola da Valle Sul e obedecem exclusivamente às determinações do Jorge. Até a nova Controladora, Luciana, é de extrema confiança dele. A Cida fica trancada no gabinete porque o Jorge proibiu ela de tomar decisões. Reclusa, fica mais fácil esconder que ela não apita nada. Traidora do povo!! Traidora de todos aqueles que ajudaram a eleger ela e ela virou as costas no dia que foi lá no apartamento do Celio, no Gafisa em Resende, pegar a mala branca. Vendeu a cidade por 500 mil reais. Judas!!!!

  2. É Elizeu, pelo que tenho visto, estamos ferrado. O exprefeito que ao final de seu mandato perdeu a turma da baixada (??) e tratou logo de arrumar outra turma, a Patota de Angra, que aos poucos vão tomando o poder e trazendo cada vez gente, sob o comando do cacique Jorge, que mantem a família toda mamando ainda na prefeitura. Se a população continuar sendo comprada por eles, vamos continuar na mer… Parece-me que a unica esperança é botar todo mundo prá fóra, e isso só poderá ser feito pelo presidente da Câmara ( se não entrou ou entrar no grupo) e principalmente a Sílvia Bernardelli, no que tudo indica será a próxima prefeita de Porto Real, se a população enxergar tudo isso que esta acontecendo e não ser comprada. Vamos acompanhar bem de perto essa nova patota somada a turma que ainda existe da baixada. Quanto a prefeita, essa já coitada… só falta cair.

  3. Quem sofre com esse jogo de poder é o povo, que está abandonado nessa cidade que só preza em manter uma bela política “para inglês ver”, não tem nada que funcione direito, a saúde estava melhor nas do Dr. Alexandre, o transporte é quase todo terceirizado, a defesa civil não serve pra nada e a guarda municipal está largada às traças nas mãos de um ditador que só quer saber de dinheiro… Cadê o tão falado em campanha ” PROJETO CIDA 12″… Tem que falar o que o povo quer ouvir né?!

  4. Ninguém foi as urnas com armas pontadas na cabeça, todos os eleitores estavam cientes dos seus votos, agora é esperar, ninguém pode fazer mais nada, na próxima eleição o povo deve refletir , se acharem que do jeito que esta é bom, fazer o que, cada um tem aquilo que merece!

  5. Elizeu, o que me espanta nisto tudo é que o ministério público não se manifesta. Todas essas pessoas são de Angra e tem vínculo com o Serfiotis e a Vale Sul (empresa que sempre fez e ainda faz todas as obras de asfaltamento em Porto Real, como Pode? Nenhuma outra empresa ganha licitação? porque será?). Está muito clara a situação em Porto Real: Tiraram parte da galera da baixada para evitar o desgaste com os contratos milionários das terceirizadas (todos de faxada) e colocaram a galera de Angra indicada pelo Serfiotis. Este é o governo de Porto real: Uma prefeita marionete comprometida até a alma. ACORDA MINISTÉRIO PÚBLICO.

  6. Momento de reflexão aos fortalecidos pelas manifestações que aconteceram recentemente.
    Vocês demonstraram que a indignação não pode ser apenas um sentimento, mas sim combustível para atitudes. É maravilhoso quando juntos vamos às ruas para demonstrar nossa indignação e mostrar ao mundo que o Brasil não é um País de gente submissa e pacata que aceita qualquer coisa. Nossos governantes há muito perderam a noção, ou melhor descobriram que é muito fácil enganar os eleitores, que são tidos como massa de manobra, Nós mostramos as armas, mas agora está na hora de mudar o nosso comportamento, e sei que vocês irão entender: Vocês já fizeram alguma coisa por seu município? Por sua vizinhança? Por sua Rua? Fizeram algum bem para alguém que vocês mal conhecem? Se você não fez faça pois é uma sensação maravilhosa. O principal causa da situação ter chegado onde chegou é que todos nos queremos resolver o nosso problema, mas ninguém quer resolver “o problema”. Isso se chama egoísmo, falta de espírito

Deixe uma resposta para cristina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.