Sabino se lixa para decisão judicial

Ex-prefeito diz que houve fraude em concurso, mas não mostra as provas

Dizem nos meio jurídicos que decisão judicial é para ser cumprida e não discutida, mas essa máxima não vem sendo observada pelo prefeito de Rio das Ostras, Alcebíades Sabino dos Santos, que, mesmo tendo sido notificado para disponibilizar toda documentação do concurso público realizado pela Prefeitura no ano passado e por ele anulado em março, ainda não atendeu aos pedidos dos candidatos, que recorreram a Justiça para terem acesso às provas das fraudes alegadas pelo prefeito para anular o processo seletivo.

Os candidatos aprovados estão movendo várias ações contra a anulação do concurso e precisam de acesso a documentação do processo seletivo, mas a papelada vem sendo mantida em segredo pela Prefeitura, no entender dos candidatos, como meio de dificultar os questionamentos na Justiça. Por conta disso um grupo de aprovados recorreu ao Poder Judiciário e o acesso à documentação foi negado em primeira instância, mas um recurso foi impetrado no Tribunal de Justiça, que mandou a Prefeitura liberar os documentos. Considerando esse recurso, no dia 9 de julho, o juiz da 2ª Vara de Rio das Ostras, Henrique Assumpção Rodrigues de Almeida determinou que a Prefeitura apresentasse, em 48 horas, toda a documentação referente ao concurso e também as razões que o levaram a anular o certame. Essa determinação, entretanto, não foi cumprida até agora pelo prefeito que, inclusive, se recusa a falar sobre o assunto.

O juiz deu prazo para a liberação dos documentos depois de ser informado de que um Agravo de Instrumento a uma decisão anterior sua, fora aceito pelo Tribunal de Justiça, que deferiu efeito suspensivo à sua negativa de conceder medida liminar em mandado de segurança para que os efeitos do decreto que anulara o concurso fossem suspensos até que os interessados tivesse acesso a toda a documentação, que vinha sendo negado pelo prefeito, que, por sua vez, insiste em não liberar a papelada para os candidatos.

Comentários:

  1. Não é só isso além de não disponibilizar os documentos continua contratando temporários devido á anulação do concurso quando o decreto que o anulou está suspenso.Mas a quem recorrer o MP o apoiou na anulação???Está marcada uma nova manifestação para o dia 9 dos aprovados porque é que a OAB não se manifesta?????

  2. Me dei conta do seguinte: será que o incêncio no Fórum consumiu os “papéis” errados?! Ou os que roubaram as provas do VI Concursos resolveram dar uma “ajudinha” e furtaram também as “provas” do Sabino. E a novela segue, sem que ninguém arrisque um desfecho. Quem sairá vencedor, o mocinho ou o bandido?

  3. Esse concurso babou, com tantas irregularidades e fraude que beneficiava apadrinhados de Carlos Augusto Carvalho Balthazar… o jeito é colocar os pés no chão, enchergar a realidade e estudar para o próximo concurso.

    1. Cara, todo mundo fala que teve fraude, mas ninguém tem se quer a capacidade de provar. Gente fracassada é fogo. Quem tem que pagar são os culpados e não gente que passou de forma honesta sem esperar carguinho de político . Se teve apadrinhados de CA, eles que saiam. não fomos nós concursados que colocamos ele lá.

    2. Leonardo, “enchergar” com ch é imperdoável e coloca grandes dúvidas sobre sua pessoa quanto a aprovação neste concurso que você está dando pitaco, embora suas considerações sejam coerentes.

  4. sendo o concurso válido ou não, agora ou no futuro, pergunto eu – o que acontece com quem descumpre ordem judicial, que é o caso do prefeito sabino? nada.
    É por isso que não acredito em justiça, nem em juiz, nem advogado e outros assemelhados.

    1. A justiça Brasileira, não tem nenhuma credibilidade mesmo. mas se a gente não acreditar que existe pelo menos alguém honesto, vamos acreditar em quem ? e dois, se for pra não confiar (pelo menos um pouco), é melhor nem fazer concurso público, pois a maioria dos concursos no BRASIL (por causa da grande concorrência) ocorre falhas ou fraudes.

    2. Pois é, Danilo, ontem mesmo tive notícias de que uma “Desembargadora” cassou a liminar que cassava o Decreto do Sabino Malvadeza. Justiça é assim: na maioria dos casos ganha quem tiver grana para contratar um advogado influente, a exemplo do ex-ministro Marcio Tomaz Bastos, que por dinheiro defende deus e o diabo. Em RO não será diferente e ganhará quem pagar mais, a menos que a coisa chegue ao STF, ai sim, a justiça será feita, pois são muitos ministros e ninguém tem tanta grana assim…..rsrsrsr. Por enquanto nosso Nero de Rio das Ostras mantém a anulação. É novela para bem mais que mil capítulos. Até o elizeu.com vai cansar e dormir na poltrona….rsrsrsr

  5. Isso mesmo Ana até agora ninguém postou as fraudes que tanto falam, se é que elas existem? Estudei muito, não sou apadrinhada de Prefeito nenhum e passei dentro das vagas. Esses prefeitos não se entendem e acham que o povo tem que pagar pelas suas desavenças.

    1. Essas fraudes que esses tantos candidatos dizem que teve e que nem eles mesmo são capazes de provar se resume em apenas uma palavra: FRACASSO ! Não foram bastante suficientes pra estudar, ser aprovado e classificado e agora ficam aí se vendendo por migalhas. Quanto a Sabino, tá na cara que é richa com CA. Mas ontem mesmo SABINO tava cheirando o rabo de CARLOS AUGUSTO. E nada de provas de fraudes até agora…

  6. Reposta a Leonardo: Eu desafio você amigo e quem mais quiser a provar que eu foi beneficiada, que foi apadrinhada, sou de São Pedro da Aldeia, não conheço uma pessoa de Rio das Ostras, nunca tive com um politico de lá… Falar meu amigo é fácil todo mundo fala o quer, mas provas cadê? Cadê as provas, os nomes de quem foi beneficiado???

Deixe uma resposta para Moreno Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.