Ainda não foi dessa vez

Almir, Célio, Mauro Pantel, Kamal e Vitor levam mais um balde de água fria em Itatiaia

Marcada para a tarde dessa sexta-feira, a posse do segundo colocado nas eleições para prefeito de Itatiaia, Almir Dumay (PRB), não vai mais acontecer. Agora a pouco o ministro Henrique Neves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu liminar garantindo a permanência do prefeito Luis Carlos Ypê no cargo. Ypê havia perdido todos os recursos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que na quarta-feira determinou a posse imediata de Almir. Essa nova decisão abateu a dupla de ex-supersecretários de Porto Real, Célio Gammaro e Mauro Pantel, “despejada” em maio depois de oito anos de reinado, encerrado após a assinatura de contratos suspeitos que ainda estão rendendo dores de cabeça para a prefeita Maria Aparecida Rocha.

Célio e Mauro já haviam colocado as manguinhas de fora em Itatiaia, quando recentemente o presidente da Câmara Eduardo Guedes, o Dudu (PSDB), assumiu interinamente a comando do Paço Municipal Campo Belo, sede da Prefeitura. Apostando alto, Célio Gammaro e Mauro Pantel querem reconduzir Almir ao poder e arrastar com Vitor Marcio e Kamal Ibrahim. A dupla formou o primeiro escalão do governo de Almir Dumay (1997-2004) juntamente com o ex-secretário de governo Vitor Marcio e o membro da comissão de licitações Kamal Ibrahim. Eles formaram o “Quarteto de Ouro” de Almir. Em 2005, Célio, Mauro e Kamal foram para Porto Real. Vitor Marcio, embora não tenha seguido o mesmo destino, viu a empresa Ivantes e Tavares Comercio de Material de Construção, em que o filho dele Wagner Tavares é um dos sócios, conquistar contatos vantajosos em Porto Real na área da construção civil.

O currículo do grupo é recheado de processos. Mauro Pantel e Vitor Marcio, por exemplo, respondem, junto com Almir, por um suposto desvio de verba da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), que deveria ter sido utilizada para construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto nas dependências do Parque Nacional. Kamal chegou a ter os bens bloqueados pela justiça por conta de licitações supostamente direcionadas, enquanto Célio Gammaro hoje mora em uma cobertura duplex no condomínio de luxo Gafisa, em Resende.

Comentários:

Deixe uma resposta para Onde esta Amarildo? Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.