Ação entre amigos favorece empreendimento em Rio das Ostras

Um ato oficial administrativo assinado no dia 4 deste mês pelo prefeito de Rio das Ostras, Alcebíades Sabino dos Santos, está sendo apontado como de mero interesse de um grupo empresarial que está implantando no município, na divisa com Macaé, um condomínio industrial. Trata-se do Decreto Nº 0868/2013, através do qual o prefeito anulou desapropriações de terras próximas, feitas na administração anterior, para expandir a Zona Especial de Negócios (ZEN), que facilitaria a implantação de parte das empresas cadastradas para se instalarem na cidade. Com a decisão de Sabino, pelo menos quatro empresas que já haviam recebido autorização para construírem seus centros de produção no que seria a ZEN II, terão agora de comprar áreas à venda no condomínio industrial.

No decreto Sabino alega não haver interesse público na criação da ZEN II e cancela as concessões de direito dadas às empresas SGE Prizma Participações S/A, HF da Silva Júnior, Guimyuan Indústria e Comércio e HGA-2000, que se somariam às já instaladas na Zona Especial de Negócios, ampliando o mercado de trabalho e gerando renda para o município.

Os empresários acharam estranho o decreto baixado por Sabino, uma vez que os procedimentos adotados pelo município para ceder os direitos aos terrenos da ZEN II são os mesmos estipulado por lei na formação da ZEN I. “Isso não passou de uma ação entre amigos. O prefeito pode até dizer que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas o seu decreto favorece diretamente ao grupo empresarial que agora está vendendo áreas para indústrias em nosso município. Isso prejudica bastante a proposta de uma cidade autossustentável”, enfatiza um empreendedor que está na fila de espera por um terreno na Zona Especial de Negócios.

Comentários:

  1. Estão tendo o governo que merece, afinal, Sabino Malvadez com certeza teve apoio da classe empresarial para se eleger. Quem elege um ditador pelo voto direto não tem o que reclamar. Sabino está se lixando para tudo e para todos. Por isso que a cada dia tenho mais razões para dizer: “triste cidade onde mulheres, leis e até crianças são estupradas e ninguém vai preso.”

  2. Nada mais que venha do prefeito ditador de Rio das Ostras me surpreende, ele fez o mesmo com a anulação do IV concurso alegando “supostas” irregularidades para beneficiar os votos de cabresto que estão ocupando as vagas dos concursados na prefeitura. Vergonha da região dos lagos!

Deixe uma resposta para Michele Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.