Condenação deixa Mirinho Braga inelegível

Ex-prefeito de Búzios foi condenado por improbidade

O juiz Marcelo Alberto Chaves Villas, da 2ª Vara da Comarca de Armação de Búzios, condenou o ex-prefeito Delmires de Oliveira Braga, o Mirinho Braga (PDT), por atos de improbidade administrativa em sua gestão. Segundo a sentença, Mirinho e o seu então chefe de gabinete, Carlos José Gonçalves dos Santos, perdem os direitos políticos pelos próximos oito anos e terão de pagar multa equi- valente 100 vezes o valor do salário por eles recebidos em 2009 (início do processo), acrescidos de juros de 1% ao mês.

A ação foi proposta pelo Ministério Público contra Mi- rinho Braga e mais sete réus, todos por atos de impro- bidade administrativa, por conta de um contrato feito entre a Prefeitura e a empresa Búzios Park – Estacionamento Ltda., para exploração comercial de estacionamento rotativo para veículos de passageiros e utilitários nas ruas da cidade.

De açodo com o juiz, Mirinho, como chefe do Poder Executivo, “afrontou, mediante ações e omissões dolosas, princípios reitores da administração pública, nota- damente os princípios da probidade, legalidade, impessoalidade, publicidade, moralidade administrativa e eficiência”. 

Comentários:

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.