TCE aprova as contas de Guapimirim

O ano de 2012 não foi nada bom para os gestores do município de Guapimi- rim, mas mesmo assim a administração municipal conseguiu fechar as contas den- tro do que estabelece a Lei de Responsa- bilidade Fiscal (LRF). O Tribunal de Contas do Estado (TCE), anunciou hoje a aprova- ção das contas do município referentes ao exercício do ano passado, sob responsa- bilidade de Renato Costa de Mello Júnior, o Júnior do Posto (período de 01/01 a 05/09/2012) e Marco Aurélio Dias (de 06/09 a 31/12/2012). O plenário acompa- nhou o voto do conselheiro-relator Aloysio Neves e agora o processo vai seguir para a Câmara de Vereadores, onde será apre- ciado.

 

De acordo com a análise do TCE, o gasto com pessoal caiu nos últimos oito meses de 2012. A corte de contas aponta que no primeiro quadrimestre os gastos com pessoal chegaram a 44,73% da receita, baixou para 40,59% do segundo quadrimestre e para 38,99% do no último quadrimestre. O TCE concluiu ainda que os gastos com a educação somaram 25,35% do efetivamente arrecadado durante o ano e que o setor ficou ainda com 96,97% do total de repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).  Em relação ao setor de Saúde, informa o TCE, durante o ano passado a Prefeitura aplicou no setor 30,69%, dobro do que determina a Constituição Federal.

Comentários:

  1. Tem uma música que tem uma estrofe assim: “e agora, José? E agora, você? você que é sem nome, que zomba dos outros, você que faz versos, que ama, protesta?

    Teve muita gente que torceu para essas contas não fecharem. Tem hora que não acredito no TCE, mas eles estão fiscalizando os 92 municípios do Estado do Rio e o Elizeu está publicando que alguns não estão passando na prova.
    .
    O que tenho a dizer é isso: Parabéns ao TCE, que no final de 2013, já julgou os nossos gestores. Parabéns a Prefeitura de Guapimirim, por colocar o trem na linha e ao Elizeu por nos informar, pois a informação é a alma do conhecimento de um povo.

    É Agora José? A Festa Acabou, pelo menos em 2012. Vamos espera o ano de 2013.

  2. Eu não entendi. Se as contas do Junior foram aprovadas, por que ele foi encana? Só se foram as contas antigas. Realmente, estou surpreso e feliz com essa notícia.

    1. Boa tarde. A matéria está correta. As contas referentes ao exercício de 2012 foram aprovadas na última quinta-feira. As de 2011 foram aprovadas em 2012, as de 2010 em 2011 e as de 2009 (primeiro ano do mandato de Junior do Posto), aprovadas em 2010.

      1. Sem dúvida Elizeu não estou discordando de você. A pergunta que me faço, é se o sujeito esta com as contas aprovadas, todas elas, porque ele foi preso? Se a empresa do Chiquinho Xavier passou na conta do tribunal, o que levou essa turma a irem parar na cadeira. Até a Ismeralda?
        Isso me faz lembrar de uma passagem quando eu ia à Igreja. Tinha uma mulher que foi pega em adultério e os caras queriam apedrejá-la. Levaram para Jesus julgar. Os caras eram pilantras, mas queriam o julgamento de Jesus. Jesus estava escrevendo no chão e ficou, e de repente falou: quem não tem pecado, atire a primeira pedra. Foi saindo um por um. E agora, como ficam o Junior, a Ismeralda, etc, etc.? Não estou aqui defendendo eles não, mas gostaria de saber que negócio é esse. Guapimirim ficou na primeira página dos jornais, agora fica difícil limpar.

        1. Quem acredita em alguma instituição pública do RJ? TCE esta nas mãos de partidos políticos, MPRJ com caixa preta. Eu fico surpreso é quando reprovam. Ainda assim acho que a decisão de reprovar é política, pois visa atingir adversários políticos. A deputada Cidinha Campos fez certa vez um discurso antológico, no qual citava o TCE e a própria Assembléia Legislativa do Estado. De qualquer forma, vou colocar minha meia na janela para ver se Papai Noel deixa uma propina para mim………

Deixe uma resposta para Nando da Goiabada Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.