O exemplo que vem de Magé

Historicamente, por conta de anos de desmandos, o município de Magé passou a ser visto como o patinho feio da lagoa. Palco de escândalos, de desrespeito às leis, terra do “faça o que eu mando e não discuta”,  está dando agora um belo exemplo, mostrando que começou a trilhar por novos caminhos, o que nunca é feito sem desagradar a grupos e a interesses pessoais. Com muitos erros e acertos, a administração municipal dá as suas cabeçadas, é verdade, mas vai indo… O desfecho do concurso público realizado no ano passado é a maior prova disso. Enquanto Petrópolis, Teresópolis, Macaé, Rio das Ostras, Itaboraí, São Gonçalo, Queimados, Nova Iguaçu e Vassouras vão enrolando, pisando sobre direitos e descumprindo TACs e até mesmo decisões judiciais, o “patinho feio” vai mostrando que tem lá seus encantos e que esses estavam apenas cobertos pela lama que lhe atiraram ao longo dos anos.

Juristas renomados sempre defenderam que o edital é a lei de um concurso público e que a obrigatoriedade de chamada fica no número exato de vagas imediatas oferecidas e eu sempre concordei com eles, pois a própria Constituição Federal sustenta o edital como regra para um processo seletivo. Pois bem, hoje o entendimento de promotores estaduais e federais (MPE e MPF), é de que havendo contratados ocupando cargos de provimento efetivo e houver um concurso valendo, não é preciso um novo projeto de lei alterando o edital e essas vagas devem ser destinadas aos classificados fora do quantitativo do edital, independente da existência ou não daquela palavrinha mágica – “cadastro de reserva” – que eu sempre julguei necessária.

Hoje milhares de aprovados em concursos públicos realizados por prefeituras fluminenses estão correndo atrás do que lhe é de direito. Em Rio das Ostras a coisa está feia e em Macaé parece que o prefeito não vai mais poder adiar a homologação do concurso do PSF e terá mesmo que demitir cerca de 400 contratados. O “patinho feio” saiu na dianteira e mesmo diante do grande desgaste político, está se cumprindo as regras do jogo, com Magé dando o exemplo que, creio, muitos não esperavam.

Comentários:

  1. Concurso público nunca foi o forte de Magé e muitos pensavam que seria uma bagunça danada, aliás, muitos torceram para isso. Felizmente deu tudo certo e a Prefeitura está mesmo dando um bom exemplo.

  2. O Micheangelo era chamada de divino. Davi é uma das escultura mais famosas e retrata o herói bíblico com realismo anatômico impressionante. A escultura encontra-se na Itália.
    Micheangelo chegou numa pedreira e viu uma pedra fabulosa, tinha uns 5 metros de altura. Quando viu solicitou a um ajudante para adquiri-la. O ajudante logo falou: “Pra que esse pedra!” O escultor falou: “isso não é uma pedra é uma escultura”.
    Depois de trazer-la, foi esculpindo dos pés para cima. Quando chegava alguém, ele cobria. Depois de pronto, foi conduzida pelas ruas até chegar a pessoa que o encomendou.
    Quando chegou a rua, foi apedrejada pelo povo, pois a estatua estava nua.
    O povo é assim, não compreende uma obra de arte. Não viu os detalhes a perfeição de um artista que esculpiu uma pessoa no mármore.
    O povo de Magé também não está vendo os detalhes. O Nestor também está esculpindo Magé e tem gente que quer jogar pedra.

  3. Parabéns por fazer a coisa certa, mas ele não pode esquecer dos funcionários antigos que são agentes administrativos, ganhando 678,00 (seiscentos e setenta e oito reais) e os funcionários novos, também agentes, ganhando 1.024,00!!!! A aparência não é tudo!!!!!

  4. Pois é, em Nova Iguaçu a prefeitura anuncia a reabertura de hospital, mas chamar os concursados que é bom, nada! Quem se dá bem nessa são os apadrinhados…
    Só quero deixar claro, que não tenho nada contra os contratados, com certeza tem gente muito capacitada e séria, mas não acho justo ter um concurso ainda em validade e a prefeitura optar por não convocar os aprovados, que assim como eu, passaram meses investindo tempo e dinheiro no sonho da estabilidade e que muitas vezes perdem a vaga para quem tem o famoso QI.

  5. O prefeito é nosso rei. Ele consegue asfaltar ruas já asfaltadas, conseguiu fazer a Trel ficar pior que a Rodo Bus, fazer da saúde de Magé o que nem a anta da Narriman conseguiu. Parabéns Prefeito, que fim melancólico

Deixe uma resposta para Visitante Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.