TCE manda Paracambi licitar transporte público

E multa dois ex-prefeitos por contrato irregular com empresa de ônibus

Além de dívidas no total de cerca de R$ 100 milhões a prefeita de Paracambi, Lucimar Ferreira (PR) está com mais uma “batata quente” nas mãos. Ela vai ser comunicada nos próximos dias pelo Tribunal de Contas do Estado de que terá quatro meses de prazo para licitar as linhas municipais de ônibus, que atualmente são exploradas pela empresa Normandy do Triangulo, a partir de um contrato firmado em 2008, na gestão do prefeito Jairo dos Santos. O contrato foi considerado ilegal pelo TCE, que multou Jairo e o antecessor de Lucimar, o ex-prefeito Tarciso Pessoa, em R$ 19.199,40.

De acordo com a conselheira Marianna Montebello Willeman, a Prefeitura precisa enviar a prestação de contas de execução contratual para que seja verificada “a existência ou não de dano ao erário decorrente de pagamentos à concessionária superiores ao custo do serviço concedido”.

O contrato apontado como ilegal pelo Tribunal de Contas é apenas um dos muitos problemas herdados pela atual gestão.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.