Saúde de Queimados faz silêncio sobre emergencial com empresa de filha de membro do governo: contador da firma também tinha cargo na Prefeitura

A Secretaria de Saúde de Queimados ainda não se pronunciou sobre a emergencial de R$ 552.960,00 para locação de camas hospitalares e ventiladores pulmonares homologada em favor da empresa CR Lopes Serviços e Comércio. Além de ter como sócia administradora uma filha do subsecretário municipal de Transportes Delcio Viot Junior, a firma tem como contador Cosme Silva Pereira, que até o dia 8 de deste mês exercia o cargo de subsecretário Adjunto de Articulação Institucional no município.

Aliás, o número de telefone que aparece como sendo da empresa no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica junto à Receita Federal, e o endereço eletrônico (confira aqui) são os mesmos que constam como do escritório de contabilidade de Cosme, que teria sido nomeado pelo prefeito Carlos Vilela na cota da Igreja Universal do Reino de Deus.

De acordo com uma fonte ligada a Prefeitura, a ala local da seita do bispo Edir Macedo tinha vários cargos no governo, mas perdeu todos na semana passada, depois que o Republicanos, braço político da IURD, anunciou que terá candidato a prefeito no município.

O mesmo silêncio vem sendo mantido em relação à falta de transparência às oito emergenciais homologadas pela Secretaria até o último dia 19 em favor de sete empresas, no valor total de mais de R$ 1,8 milhão. Os atos publicados não revelam quantidades nem valores unitários dos itens contratados sem licitação para ações de enfrentamento ao novo coronavírus.

O espaço está aberto para manifestação da administração municipal de Queimados.

Matérias relacionadas:

Queimados: Prefeitura faz contrato de R$ 552 mil, sem licitação, com empresa de filha de membro do governo para locação de camas e ventiladores

Aluguel de camas não é o único negócio que empresa de filha de membro do governo tem com a Prefeitura de Queimados: contratos somam R$ 9,7 milhões

Emergência nada transparente em Queimados: Saúde faz despesas de R$ 1,8 milhão sem revelar quanto custa o que está sendo adquirido

Comentários:

    1. Quem pode nos ajudar ?? Ruas de acesso aos condominios Felicidade 1 e 2, estão intransitaveis… bueros sem tampas e sucatas de carros largados na via atrapalhando o transito

Deixe uma resposta para isaiasmatilha@gmail.com Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.