TRE-RJ confirma que votação eletrônica nas eleições suplementares de 12 de setembro será auditada

O desembargador Cláudio dell’Orto quer mostrar que o sistema é confiável, à prova de fraude

Em meio a guerra travada pelo presidente Jair Bolsonaro contra o sistema de votação eletrônica, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), vai provar, ao vivo, que as urnas são auditáveis. De acordo com o presidente do órgão, desembargador Cláudio dell’Orto, nas eleições suplementares que serão realizadas no dia 12 de setembro para escolha de novos prefeitos e vices  nos municípios de Itatiaia, Santa Maria Madalena e Silva Jardim, a votação será auditada e a auditoria será transmitida integralmente ao vivo pelo Youtube.  “As urnas são auditáveis e vamos aproveitar os pleitos em Itatiaia, Silva Jardim e Santa Maria Madalena para possibilitar que as pessoas conheçam esse procedimento, que visa comprovar a sua segurança”, disse o desembargador.

Apesar de nunca ter sido comprovada nenhuma fraude na votação eletrônica instituída há 25 anos e de ter ganho várias eleições para deputado antes de sua vitória para presidente da República, Jair Bolsonaro tem atacado o sistema, tendo chegado a afirmar que se não for implantado o voto impresso não aceitaria uma possível derrota em 2022, o que está sendo visto como sinais expressos de desespero diante dos números das pesquisas de intenção de votos que mostram que ele perderia feio para o ex-presidente Lula.

Na última quinta-feira (29), a desembargadora Kátia Junkeira, diretora da Escola Judiciária Eleitoral do Rio de Janeiro (EJE-RJ), participou de um life abrindo a palestra “Democracia digital e a modernização do sistema de votação: o voto impresso cumpre esse papel?”, na qual foi destacada a segurança do sistema. Do encontro on line também fez parte o secretário de Modernização, Gestão Estratégica e Socioambiental do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Bruno Andrade, que garantiu que atualmente o voto já é auditado, passando por uma série de verificações ao longo do processo.

(elizeupires.com com a Assessoria de Comunicação do TRE-RJ)

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.