Aos mageenses, com carinho e respeito

Minha relação com Magé não tem nada de pessoal. É profissional, e exercida sempre que se precisa dela. Vocês se lembram dos tempos de chumbo, quando se temia tocar no poder local? Pois é. Quem foi que saiu de sua zona de conforto e deu as caras para tomar as dores, lutar numa batalha que não era sua, já que os corajosos locais preferiam a segurança do silêncio, para não dizer a da omissão conveniente? Da metade de 2011 para cá está muito fácil mostrar-se forte e corajoso. Particularmente, eu, Elizeu Pires, a quem vocês recebem todos os dias com carinho e respeito via elizeupires.com, gostaria muito de ter contado com a ajuda dos destemidos de hoje, mas, infelizmente, tive de ir à guerra sozinho. Nada a lamentar. Só fico triste quando leem uma coisa, entendem outra e saem espalhando da forma equivocada resultante de uma limitada interpretação…

Não faz muito tempo um corajoso da era moderna leu um texto de minha autoria, o interpretou a seu modo e me comparou com alguém que, por mera pretensão política, divulgava números e ataques contra o adversário da vez. Aqui não. O que se lê são informações sobre fatos e não achismos na base do ouvir dizer ou do andam dizendo por ai… Pegou-se o conteúdo correto produzido por alguém com 35 anos de carreira e o comparou a gritos aventureiros, saídos de uma garganta da qual se pode ecoar tudo, menos credibilidade.

Você que chegou até a este parágrafo deve estar se perguntando sobre a a razão destas linhas.  Ok! Explico: recebi por e-mail na manhã desta sexta-feira um texto veiculado por um corajoso de agora, no qual se questiona o fato de um membro do governo ter passado ao elizeupires.com uma informação exclusiva sobre uma operação de fiscalização no comércio mageense, como se isto fosse algo tenebroso, quando a resposta pode estar na sua própria interpretação: Não teria o membro do governo buscado a credibilidade e a isenção de quem não se limita aos quatro cantos de Magé, prende-se a fatos e não ao que acha ser fato?

Quanto à exclusividade, ela só tem peso para mim ou para qualquer profissional do ramo, se estiver tratando de um assunto de interesse nacional e não de uma notícia comum de uma cidade. 

Abraços a todos. Fiquem com Deus.

Comentários:

  1. Elizeu sempre batel de frente quando mais necessitamos .
    Um bando de covardes e aproveitadores nunca deram suas caras.
    aproveito para cobrar do sr. Prefeito o pagamento dos funcionários que está super atrasado .
    Essa xérox de Cozzolino fica entupindo á prefeitura de gente , tem secretaria como educação que tem três ou quatro funcionários pra carregar uma só caneta e até o filho da secretária está na boquinha.
    Cadê os covardes dos vereadores que não fiscalizam nada e também estão se dando bem.

Envie seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.